Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Isaías no Benfica!


Primeira Liga 2017/18



Jorge Jesus no Sporting: Cui Bono?

por Admirador do Isaías, em 04.06.15

A expressão latina cui bono? - às vezes também expressa como cui prodest? - significa literalmente "a quem beneficia?" e é usada tanto para sugerir um motivo oculto quanto para indicar que o responsável por algo pode não ser aquele que, a princípio, parece ser. Geralmente a expressão é usada para sugerir que a pessoa ou pessoas culpadas de um crime devem estar entre aqueles que têm algo a ganhar com ele. Aplica-se na investigação criminal, sugerindo que a descoberta de um possível interesse pode servir para descobrir o culpado do delito.
- http://pt.wikipedia.org/wiki/Cui_bono%3F

O impensável aconteceu mesmo. Dou a mão à palmatória, pois fui dos que não creram no desenho que parecia formar-se. Jorge Jesus mudou do Sport Lisboa e Benfica directo para o Sporting Clube de Portugal.

Não é mistério para quem já me leu que sou fã do trabalho de Jorge Jesus. Mais: penso que ele devolveu uma identidade popular ao clube com o seu jeito de comunicar e tocar numa Portugalidade que é tão imensa como o Benfica. Esta saída significa obrigatoriamente uma reestruturação, mas seria essa a ideia base por detrás do que falhou nas negociações de renovação entre Vieira e Jesus? E como surgem ao Sporting, caídos do céu, investidores que potenciaram esta facada no orgulho e competência Benfiquista?

Afinal, Cui Bono?

Tinha já deixado um alerta, ainda sem me passar pela cabeça que podia ser esta a consequência, de que a proximidade de Luís Filipe Vieira com Pinto da Costa se tratava de um perigo para o Benfica. A instituição usurpada pelo último renasceu apoiada exclusivamente no ódio ao Sport Lisboa e Benfica, fazendo disso a valência das suas forças. Entre os métodos utilizados na altura da ascensão Portista, esteve sempre a cisão entre os dois grandes clubes sediados em Lisboa e o incentivo ao ódio e violência entre os mesmos, deixando o FC Porto folgado para subir passo a passo.
Quando o Benfica e o Sporting guerrearam sob a supervisão do novo Porto, Cui Bono?

Porque haveria o Presidente do Sport Lisboa e Benfica de aceitar um qualquer arranjo com Pinto da Costa seja para o que for? Porque demonstrou tanta cautela e se mostrou tão contido nessa altura Luís Filipe Vieira perante o inimigo número 1 de todos os valores da instituição Sport Lisboa e Benfica?
Luís Filipe Vieira tem esqueletos no armário, segredos e assuntos esquecidos que prefere não ver renascidos em praça pública. Quando se faz um favor a um mafioso, fazem-se todos, pois o primeiro é a salvaguarda para todos os outros.

Correndo o risco de parecer paranóico, postulo que Pinto da Costa terá cobrado um favor a Luís Filipe Vieira: A saída de Jorge Jesus.
Sabendo o líder Portista que Jorge Jesus dificilmente se integraria nas hostes do FCP, tal foi o ódio incentivado pelos seus comandados à figura do treinador do Glorioso, decidiu-se por promover uma facada, um golpe duplo, com que podia, pelo menos por uma época, arrumar os dois grandes de Lisboa e ficar folgado para, com Lopetegui ou mesmo, quiçá, Marco Silva, reconquistar o campeonato. Porquê golpe duplo? Porque Jorge Jesus vai fazer o Sporting melhorar muito mas duvido que consiga, estruturalmente, fazê-lo campeão - e Pinto da Costa sabe-o. E depois porque a saída de Jorge Jesus do Benfica deixa o futebol Benfiquista fragilizado, naturalmente - a não ser que Rui Vitória consiga, em tempo recorde, o milagre da... vitória.
Eis, talvez, sem realmente saber, na altura, o perigo que vaticinei involuntariamente. Exposto o golpe, tudo parece mais claro, digo eu.

Não duvido das competências de Rui Vitória, duvido do seu traquejo, isto é, da sua capacidade de superação, de se erguer ao desafio de estar constantemente sobre escrutínio e saber transmitir e vingar as suas ideias. Duvido, mas isso não quer dizer que não possa estar enganado - e espero que esteja!
Será afinal Marco Silva? Talvez seja ainda uma possibilidade. Mais competente, já testado, com um trabalho bem vincado e coroado numa época neste mesmo Sporting, com um plantel de meio da tabela. Desse duvido menos, mas será sempre um reinício.

Depois, temos o caso de Luís Filipe Vieira. Se falhar o tri, sairá sob enorme contestação. Se calhar foi o acordo a que chegou com Pinto da Costa, sair no fim do mandato.
O problema será, quem depois? O fraco Seara, demasiado ligado a Joaquim Oliveira? O ridicularizado Rui Gomes da Silva? Eis aí, o que poderá ser o xeque-mate do lance de Pinto da Costa quando, se postulo correctamente, deu as suas ordens a Vieira.
Quem o sucede, neste vazio? Ninguém à vista. No entanto, não quer isso dizer que não haja ninguém, credível e forte. Só que o ambiente criado pelos Benfiquistas tem de ser propício a que essa pessoa surja. Não poderá ser de pânico, não poderá ser incendiário. Terá de ser de mangas arregaçadas para levar, de novo, o Benfica ao colo.
Como o fez quando não tinha campo para jogar futebol. Como o fez quando ficou sem jogadores. Como o fez quando tiveram os sócios de construir o próprio estádio.
Se surgirem esses Benfiquistas, o homem certo emergirá. Se surgirem os incendiários, será um dos outros, incapazes de fazer frente aos desafios e ao poder do polvo da fruta.

Nunca perder de vista que, mesmo quando o Sporting aparece animado de aparente força vital própria, o inimigo está sempre por detrás dessa força, para que os dois maiores clubes portugueses jamais se entendam e limpem o futebol.

Aquando da saída de Artur José Pereira para o Sporting (bombástico na altura), Cosme Damião terá dito:
“O Sporting tem dinheiro. Nós temos dedicação. No imediato o dinheiro vence a dedicação. No futuro, a dedicação goleia o dinheiro”

E depois, acerca dessa mesma pré-época, disse:

- publicado originalmente em:

http://em-defesa-do-benfica.blogspot.pt/2014/07/cosme-damiao-e-pre-epoca-191415.html


Perante este ataque, o que podemos fazer é continuar a dedicação do nosso colinho ao Sport Lisboa e Benfica e encontrar soluções... para esta época e, provavelmente também, para o fim deste mandato de Luís Filipe Vieira.

---


Actualização 5 de Junho 8:40h:


Luís Filipe Vieira discursou aos Benfiquistas dizendo-se "desiludido mas não surpreendido" com a atitude de Jesus. Coloca-se na posição de vítima e prossegue a demonização do treinador. Contudo, questiono-me: Se não está surpreendido, se sabia de algo previamente, porque não tentou a renovação mais cedo? Se não sabia, porque diz então que não está surpreendido? Tinha dúvidas quanto ao carácter de Jorge Jesus? Se sim, então porque não acautelou desde logo um técnico de valia superior, ainda com a época a decorrer, por forma a tomar posse mal a época acabasse? Ou para Luís Filipe Vieira, esse técnico superior (pelo menos ao nível de Jesus) é Rui Vitória?
Considero que o Presidente do Sport Lisboa e Benfica tenta atirar areia para os olhos dos Benfiquistas. Há (muito!) mais por detrás de todo este processo. Para mim, não faz sentido de outra forma.


Actualização 5 de Junho 13:48h:

http://observador.pt/2015/06/05/o-que-vieira-disse-de-jesus-aos-deputados/

Segundo este artigo, alguns deputados que jantaram ontem com Luís Filipe Vieira revelaram excertos de conversas privadas que tiveram com o Presidente do Benfica. Acho estranho que tal aconteça espontâneamente, pois seria fácil para Vieira descobrir quem falara por saber o que disse a quem. Nenhum dos deputados, com certeza, quer, politicamente, correr o risco de ficar marcado como um "bufo". Logo, ou a notícia é fabricada à partida, ou as revelações feitas pelos deputados são propositadas e acordadas com Vieira. O certo é que todas elas beneficiam a imagem de Vieira e prejudicam a de Jorge Jesus, mesmo que, enfatizo, sejam baseadas em factos reais ocorridos durante estes seis anos. A meia verdade é, logo à partida, meia mentira, pelo menos.


Actualização 5 de Junho 16:07h:

http://www.publico.pt/desporto/noticia/jesus-parto-com-a-consciencia-do-dever-cumprido-grato-pelo-carinho-1698012

Diz-se que na vida por cada porta que se fecha, uma outra se abre.

Cumpro, este mês, o fim de um ciclo de seis épocas desportivas ao serviço do Sport Lisboa e Benfica, que me possibilitou viver alguns dos momentos mais felizes e marcantes da minha vida profissional... e essas são as memórias que, para sempre, em mim perdurarão.

Ao longo desse período sempre ofereci o meu melhor em proveito do clube, tentando respeitar a sua história e grandeza.
Contudo, todas as épocas têm o seu fim e as instituições são sempre maiores do que as pessoas que ao longo da sua vida por ela vão passando.

Parto, com a consciência do dever cumprido, grato pelo carinho e oportunidade com que fui brindado ao longo deste período.


Este comunicado assinado por Jorge Jesus, escrito claramente por outra pessoa, talvez com o seu aval, em nada adianta o assunto. Palavras parcas e vãs para o que foram estes 6 anos. Se é que foi injustiçado, como alguns defendem, esta era a uma oportunidade para pôr os pontos nos "i's". Ainda terá mais oportunidades para o fazer.
A minha opinião é que ele está perfeitamente ciente do que verdadeiramente se passou e foi agente activo na jogada.


Actualização 5 de Junho 19:58h:

http://ptjornal.com/video-jorge-jesus-e-bruno-de-carvalho-jantaram-juntos-apos-pacos-benfica-41116

Surge o testemunho de uma pessoa, que deu o nome de Alexandre Cardoso, empregado de mesa de um restaurante, indicando que serviu Bruno de Carvalho e Jorge Jesus, jantando à mesma mesa, na semana da derrota do Benfica em Paços de Ferreira.

Se for verdade, não só Jorge Jesus foi peça activa neste lance bombástico, como se percebe que Luís Filipe Vieira não tinha condições de confiança para manter a relação com o treinador. Outra questão é: quem promoveu este jantar entre os dois, ainda por cima numa semana tão crítica? Porquê arriscarem ambos serem reconhecidos num restaurante, quando bastava encontrarem-se numa casa privada, longe do olhar de qualquer transeunte ou funcionário? Faz sentido este relato?


Actualização 6 de Junho 16:28h:

http://www.cmjornal.xl.pt/desporto/detalhe/benfiquistas_organizam_manifestacao_por_marco_silva.html

Página criada no Facebook, promove manifestação pacífica no Estádio da Luz, para convencer Luís Filipe Vieira a contratar Marco Silva. Será a criação deste movimento espontâneo ou uma forma de justificar a correcção da primeira escolha de Vieira? Interessante será, também, verificar a adesão a esta manifestação.


Actualização 6 de Junho 20:55h:

http://www.record.xl.pt/multimedia/hora_record/interior.aspx?content_id=953345

Record TV faz o seu próprio apanhado do que se passou nas conversações para renovação. Seja verdade, mentira ou mais ou menos, este é o primeiro passo para se abrir a porta à ideia de Luís Filipe Vieira não se recandidatar ou ter como perder as próximas eleições. Interessante, tendo em conta o que especulei neste artigo.


Actualização 7 de Junho 14:46h:

http://www.noticiasaominuto.com/desporto/402205/auto-golos-sao-razao-para-cardozo-rejeitar-sporting#/615/0

Aparentemente a pedido de Jorge Jesus, o Sporting tem começado a encetar contactos por alguns nomes para a estrutura técnica do futebol e também para o plantel. Já houveram várias respostas negativas a tal ideia de integrar a equipa do Sporting, mas talvez a que tenha mais classe, paixão e simbolismo é a resposta de Óscar Cardozo, o melhor marcador estrangeiro do Benfica:

"Sporting? Não gosto de marcar auto-golos"

 

Actualização 8 de Junho 16:38h:

http://www.zerozero.pt/news.php?id=156257

Se se confirmar esta notícia, então Maxi juntou-se, naturalmente, ao rol de figuras que Jorge Jesus pretendia levar para Alvalade. Mais: também terá recusado o FC Porto, o que é deveras importante realçar. Aguardemos pois pela oficialização.

 

Actualização 9 de Junho 08:32h:

http://rr.sapo.pt/opiniao_detalhe.aspx?fid=34&did=189880

Ribeiro Cristovão, jornalista desportivo e conhecido sportinguista, escreveu este artigo deixando sérias dúvidas sobre o procedimento de Jorge Jesus e Bruno de Carvalho. O dinheiro! De onde vem o dinheiro?!

«Jorge Jesus, de férias nos Estados Unidos enquanto não deita mãos ao trabalho está, no entanto, suficientemente tranquilo e confortável. É que o seu advogado, quando abandonou Alvalade, depois de ter confirmado o contrato entre o treinador e o Clube, era portador, além de dois cheques bem nutridos, de 36 garantias bancárias condizentes com os 36 meses a que corresponde a sua ligação à nova entidade patronal.

Sabendo certamente daquilo que havia sucedido a Marco Silva, ou seja o despedimento por justa causa, Jorge Jesus quis prevenir-se antes de ter de (eventualmente) remediar.

Daqui se conclui que o presidente do Sporting aceitou todas as exigências que o seu novo treinador decidiu colocar em cima da mesa.»


Actualização 11 de Junho 10:36h:

http://web3.cmvm.pt/sdi/emitentes/docs/FR56127.pdf

Rui Vitória é oficialmente registado na CMVM como o próximo treinador do Sport Lisboa e Benfica.

Actualização 6 de Julho 08:31h:

Jorge Jesus, entrevistado pela primeira vez enquanto treinador do Sporting, teve, entre outras, duas declarações importantes:

- O Benfica não lhe ofereceu um salário abaixo do anterior, como fora noticiado na comunicação social.

- Resolveu a situação relativa à proposta do Sporting em dois dias, tendo sido contactado apenas após a época terminar.

Pela parte que me toca, apenas a primeira é credível. É óbvio que uma mudança destas não se trata nem se resolve em dois dias. Fica o apontamento, agora que a situação começa a clarear.

Actualização 21 de Agosto 15:49h:

"Benfica e Sporting de candeias às avessas e o FC Porto (conjunturalmente perto dos leões na eleição de Pedro Proença) nas suas sete quintas, eis o estado na nação futebolística neste princípio de temporada. Nas últimas três décadas, Pinto da Costa teve sempre o feeling certo para tirar partido das guerras a sul, capitalizando-as em favor dos dragões. Muitos são os exemplos de alianças pontuais com águias ou leões, que, invariavelmente beneficiaram o FC Porto. Desta feita, depois do acordo tácito com o Sporting que permitiu derrotar Luís Duque e colocar na liderança da Liga Pedro Proença, Pinto da Costa, por mais que diga que isso não lhe interessa nada, só pode observar, de cadeirinha e com um sorriso rasgado no rosto, a troca de mísseis entre a Luz e Alvalade e vice-versa. 
E enquanto os eternos rivais se fragilizam, o FC Porto - como sempre - toma partido por um deles, ajustando o discurso e isolando o outro.
São estes os parâmetros em que está lançado, fora das quatro linhas o campeonato nacional. Da estratégia do FC Porto continuará a fazer parte um ataque cerrado a Vítor Pereira, que no próximo ano irá a votos na FPF; e outro, quiçá mais difícil mas não menos empenhado, à liderança federativa de Fernando Gomes. Apadrinhar listas que tirem do poder os atuais presidente dos árbitros e presidente da FPF é o passo que se segue, sendo que o primeiro é um alvo mais vulnerável; o segundo, vice-presidente da UEFA e com um trabalho de monta já realizado, será mais difícil de abater. O certo é que o FC Porto está a tentar criar, sábia e pacientemente, condições para recuperar influência."
 
José Manuel Delgado, in A Bola
 

Actualização 25 de Agosto 11:06h:

http://expresso.sapo.pt/desporto/2015-08-25-A-historia-desconhecida-da-ida-de-Jesus-para-Alvalade-

Jorge Jesus atendeu o telefone, e do outro lado da linha estava o senhor X, que ele conhecia de outras andanças, de outros negócios. “Está tudo bem contigo e com a tua família?”, perguntou o senhor X, mas o que lhe interessava saber era como estavam as coisas entre ele e o Benfica. O senhor X abriu o jogo, disse-lhe que estava a telefonar mandatado pelo Sporting e por Bruno de Carvalho (BdC), que o queria a ele e não queria Marco Silva. “É tudo muito bonito”, respondeu-lhe Jesus, mas o senhor X e BdC só podiam estar malucos — onde é que já se tinha visto aquilo, o Sporting com dinheiro para pagar o que pagava o Benfica, se o que se contava era que não tinha um euro para mandar cantar um cego?... O senhor X descansou-o.

“O dinheiro é com o Sporting”, disse ele, pedindo-lhe que avançasse um número, não aquele que achava poder receber em Alvalade, mas o que realmente queria. “Cinco milhões.” O senhor X anotou e prometeu ligar-lhe dentro de dias com novidades. Despediram-se. Uma semana depois, o senhor X voltou a ligar, e Jesus ouviu o que queria. “Cinco milhões de euros. Se quiseres, são teus.”


E quem é este Senhor X? E quem deu a ideia a Bruno de Carvalho? E quem forneceu a linha de financiamento, de onde quer que ela venha, para tal? Basicamente, pergunto: quem foi o Senhor X do Bruno de Carvalho, que terá semeado a ideia, regado quando ela ganhava forma e aplicado o adubo?

 

Actualização 22 de Setembro 11:28h:

http://www.noticiasaominuto.com/desporto/455089/amarelos-a-maxi-passam-se-coisas-esquisitissimas

“Não temos quatro pontos porque não estamos a jogar só com o Benfica, porque estamos provavelmente iguais ao Sporting, e cuidado com o Sporting! Porque o que faltou ao Benfica neste jogo sobra agora ao Sporting: o Jorge Jesus”

 

Pinto da Costa comenta a falta que Jorge Jesus faz ao Benfica e que este beneficia agora o Sporting. Uma vez mais, procura dividir os dois maiores clubes de Portugal, mas mais importante ainda, deixa implícito que o Porto beneficiou com a mudança de treinador da Luz para Alvalade, abrindo a porta à sua (para mim, óbvia) participação, ainda que indirecta, com certeza.

 

Actualização 15 de Outubro 16:12h:

http://redpass.blogs.sapo.pt/o-artigo-completo-da-sabado-sobre-o-1005147

Publico o artigo da revista Sábado, apresentada pelo blog Red Pass, acerca dos detalhes que envolvem o processo movido pelo Sport Lisboa e Benfica a Jorge Jesus, relativo às circunstâncias da sua saída para o Sporting Clube de Portugal.

Não sei se é por ser "conversa de advogado", é possível que sim, mas parece-me uma exposição recheada de exagero, colocando toda a responsabilidade do outro lado. É claro que numa exposição processual deste tipo, seria de esperar que tal fosse feito, mas parece-me uma hiperbolização extrema de algo que, sendo sustentado em prova, não requereria tamanha "enfatização poética", na minha opinião.

Bom, também pode ter sido a revista Sábado a dar esse cunho mais "lírico" ao exposto no processo, é possível.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

rematado às 22:44




6 comentários

De BENFICA365 a 04.06.2015 às 23:12

Meu caro,

Analise perfeita no que diz respeito ao perfil de cada um dos potenciais futuros técnicos do Benfica, apontados pela c.s. obviamente. Pessoalmente não encaro RV como a melhor solução.
Do seara quanto mais longe das lides do Benfica melhor, acredito que este tem mais esqueletos no armário que o Vieira.
Mas concordo que Vieira colocou a cabeça na guilhotina.

Mas vai corre tudo bem, amigo Isaías.

E que tal Michael Preud Homme... qual a sua opinião para técnico obviamente..

Saudações Gloriosas

De Admirador do Isaías a 04.06.2015 às 23:24

Caro Benfica365,

Michel Preud'Homme , se for sentimentalmente, digo-lhe já que era o melhor. Só que racionalmente, não sei se está à altura. Não sei... A liga Belga está, a meu ver, abaixo da Portuguesa na qualidade das equipas, mas tem bastante mais dinheiro e melhores condições económicas também. Por um lado requereria um esforço financeiro significativo para trazê-lo e por outro seria uma incerteza ainda maior que quer Rui Vitória ou Marco Silva.

Há um de que se fala que eu sei, de certeza, que não quero, por muito competente que seja: Victor Pereira. Só de o imaginar com o nosso símbolo ao peito, dá-me vómitos. Talvez tenha de tomar comprimidos para o enjôo , se esse volte face improvável passar pela cabeça de Vieira.

Vamos lá a ver!
Abraço,
Isaías

De Dr. Chozé Pablito a 04.06.2015 às 23:46

Caríssimo Isaías, mais um belo texto com que nos presenteia.

A dada altura escreve "Depois, temos o caso de Luís Filipe Vieira. Se falhar o tri ..." mas depois não complementa a sua ideia com o contrário... E se a aposta de LFV conquistar o tri ? Se o projeto lopetegui (a manter-se...) for mais do mesmo e o novo projecto sporting de Jesus for um fracasso? O presidente do Benfica terá ganho em todas as frentes. Claro que esse é o meu desejo, já que isso corresponderia à «volta por cima» do Benfica sobre este triste episódio.

Nunca pensei que a saída de Jorge Jesus, quem muito admiro, fosse acontecer desta forma! A vida está sempre a testar-nos e resta-nos tirar o melhor partido das situações. Como disse LFV , agora só interessa quem cá está e os que vierem reforçar a família. Tudo o resto é passado!

Viva o Benfica!

De Admirador do Isaías a 05.06.2015 às 08:34

Caro Pablito,

Pois que se a jogada de Vieira der o tri, trará uma enorme alegria a todos nós e será uma das vitórias mais impressionantes do clube!

No entanto, deixo-lhe a pergunta seguinte:
Considera que, mesmo que o Benfica vença o tri apesar de tudo isto, que Luís Filipe Vieira se volta a candidatar? ;-)

Eu tenho sérias dúvidas, pressentimentos, se quiser...

Viva o Benfica!
Isaías

De Hugo Barreiros a 05.06.2015 às 23:24

Na minha opinião, quem ganha é o Porto, isso é claro. A continuidade é sempre benéfica. Não quero acreditar que LFV esteja mancomunado com Pinto da Costa. Não quero mesmo. Grande Cosme Damião! "não somos os mais fortes, mas somos os que têm mais vontade de ser os mais fortes".

De Admirador do Isaías a 06.06.2015 às 16:26

Caro Hugo Barreiros,

Eu também fui dos que não quiseram acreditar que isto seria possível e no entanto aconteceu. Este acontecimento não é nem normal nem espontâneo. Uma jogada destas não foi, de certeza absoluta, pensada pelo puto Bruno de Carvalho... e ainda falta saber de onde veio o dinheiro!

Aguardamos desenvolvimentos.
Cumprimentos,
Isaías

comentar



Admirador do Isaías

foto do autor


O verdadeiro Isaías!


Petição


Isaías celebra o TRI!


Rui Vitória


Campeões Eternos


Cosme Damião


Fehér, eterno 29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Junho 2015

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930

Pesquisar

  Pesquisar no Blog