Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Primeira Liga 19/20



Ao invés de problemas, oportunidades

por Ao Colinho do Isaías, em 11.09.16

Na 5ª jornada, o Sport Lisboa e Benfica deparava-se com um adversário muito difícil, bastante bem orientado (já tornei pública a minha admiração pelo Lito Vidigal, que, penso, virá a ter uma carreira num nível bastante superior), mas também com nova onda de lesões (outra vez as selecções! Ai, as selecções!).

 

A solução passou por colocar Rafa e Guedes, para manter o 4-4-2 habitual, com Sálvio na direita e Pizzi na esquerda.

 

A entrada de Rafa na equipa não podia ter sido melhor. O que ele dá neste momento ao ataque do Benfica, nenhum outro jogador consegue nesta fase: a inteligência do seu posicionamento, a arrancada inesperada, a técnica elevada, a rapidez de movimentos. Guedes foi um bom apoio nesse aspecto, tentando sempre potenciar o seu colega de ataque.

 

Pizzi é que, a meu ver, desaparece mais à esquerda. Precisa de espaço central ou à direita, para melhor utilizar os seus movimentos diagonais em apoio ao ataque, mas, tendo estado abaixo do melhor, não foi peça a menos, bem pelo contrário!

 

Foi uma primeira parte em que podíamos e devíamos ter acabado com o jogo - não foi o Arouca que jogou mal, ao contrário das opiniões dos comentadores SportTV, foi o Benfica que avassalou de tal forma a sua organização defensiva que só Bracali foi mantendo o resultado "vivo".

 

O segundo golo, no início do segundo tempo, parecia ter o dom de confirmar a vitória, mas o lançamento do Alvarez no Arouca mudou a estrutura da equipa e, sem já ter a pressão do seu lado, esta soltou-se.

 

Num contra-ataque, Rafa é travado em falta clara dentro da área e o árbitro deixou passar. Foi tão claro o penalty que até os comentadores da Sport TV o afirmaram, ao invés de lançarem a habitual lenga-lenga da "decisão difícil" e "rapidez do lance" para "dar o benefício da dúvida". Logo no lance a seguir o tal Alvarez faz um golo espectacular e dá esperança aos anfitriães.

 

Perdemos o controlo do jogo e tivemos de sofrer mais que o esperado, mas lá conseguimos aguentar mais 3 pontos importantes. Foi bom ver José Gomes estrear-se, mas achei que ser lançado a dois minutos do fim é desrespeito pelo valor deste miúdo que ainda nos vai dar muitas alegrias. Mesmo só com esse pouco tempo, já ia marcando e fazendo uma assistência!

 

Temos a seguir a Liga dos Campeões e grandes dores de cabeça com as lesões... mas veremos como Rui Vitória verá, ao invés de problemas, oportunidades.

Autoria e outros dados (tags, etc)

rematado às 10:40




Ao Colinho do Isaías

foto do autor


O verdadeiro Isaías!


Jorge Jesus? Nunca Mais!


Jonas, um de nós!


Campeões Eternos


Fehér, eterno 29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Setembro 2016

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930

Pesquisar

  Pesquisar no Blog







subscrever feeds