Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Primeira Liga 18/19



Marinho Neves - A Minha Chama

por Ao Colinho do Isaías, em 20.12.17

«Num tempo de fraude universal, dizer a verdade é um acto revolucionário.»
- George Orwell


O blog "A Minha Chama", publicou um artigo excepcional em homenagem a Marinho Neves que, por considerar que merece o destaque, transcrevo aqui.

 

Em homenagem a quem tanto lutou e sofreu pela sua integridade, distribua-se a informação acerca do que é e sempre foi o verdadeiro "caso dos emails" ou dos "vouchers": a factual, comprovada e provada associação mafiosa de Pinto da Costa e seus comparsas.

O corpo de Marinho Neves terá agora sobre si uma tabuleta, mas a sua alma, essa, deixou-nos os versos bem vivos sobre a verdade que viu.

 

«Ele morrerá e eu morrerei.
Ele deixará a tabuleta, eu deixarei os versos.»
- Álvaro de Campos

 

Marinho Neves entrou, talvez sem querer, na História. Contudo, somente será verdadeiramente lembrado e aceite como merece, quando a espuma do tempo levar consigo os detritos de um momento de contexto social, moral e ético de particular falsidade.

 

Eis aqui o artigo publicado pelo "A Minha Chama", a quem agradeço, que merece destaque e divulgação amplos:

 

Marinho Neves

 
Faleceu, no passado fim de semana, Marinho Neves...
 
Só um cancro o venceu.
 
Marinho Neves (ler pequena biografia), doravante MN, foi um jornalista destemido com quem tive o prazer de dialogar algumas vezes online numa das falecidas contas de Facebook desta página. Em 1996, lançou o conhecido livro "Golpe de Estádio", onde colocava a descoberto todas as tácticas que o fc porto de pdac utilizava para alcançar as suas vitórias desportivas.
Também trabalhou para o Sporting:
A sua visão ainda... Muito actual:
Como é do conhecimento geral, este sporting, sabe-se lá porquê, decidiu aliar-se ao fc porto.

Estas imagens, são excertos de uma entrevista que MN concedeu ao blog Cabelo do Aimar em Fevereiro de 2012. Podem ler a mesma aqui. Podem ainda ver uma entrevista de MN concedida à SIC aqui.
 
 
Nota 1: De facto... Não se estranha porque:
Nota 2: Atestar a veracidade destes relatos inseridos na entrevista... Não há muitas provas... Há pelo menos uma que por razões mais do que expectáveis, só revelo sem nomes. Fica aqui uma prova sobre o caso do restaurante:
Uma história engraçada. Outra aqui. E esta:
Histórias que por acaso retratei aqui.

Claro que podem ler o "Golpe de Estádio".
 

Interessante o artigo/link da anterior Nota 1:
Perante as ameaças, suspeito que o volume 2 não chegou a sair porque... Há muito que se sabe disto.
 
MN era também pintor. Fiquem com as suas obras relativas ao futebol:

Quem quiser conhecer mais a sua obra, é só entrar aqui.
 
E Pluribus UNUM!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

rematado às 16:27


Karl Humanus tem razão

por Ao Colinho do Isaías, em 15.12.17
Karl Humanus tem razão e tudo depende do que nós permitimos que aconteça entre nós.
Não se trata de quem gostamos ou deixamos de gostar, porque "valores mais altos se levantam e o valor mais alto, em termos futebolísticos, é o Benfica".
 
Através do Papoila Saltitante:

Eis o decálogo, eis os dez grandes objetivos das campanhas desestabilizadoras levadas a cabo pelo Futebol Clube do Porto e pelo Sporting Clube de Portugal de mãos dadas na Santa Aliança:
 
1. Fabricar e estabilizar um forte dispositivo de propaganda múltipla que produza e reproduza nas representações sociais a crença de que o Benfica é um clube corrupto que só vence pela chantagem e pelo condicionamento de instituições desportivas, árbitros e imprensa;
 
2. Produzir massivamente, através dos mais variados canais escritos e audiovisuais, ambiências emocionais acríticas que transformem pela repetição falsidades-estímulo em verdades indiscutíveis, sob execução dos directores de comunicação Francisco Marques e Nuno Saraiva e comando permanente de Pinto da Costa e Bruno de Carvalho;
 
3. Transformar os emails do Benfica obtidos através de crime informático em material incriminador, deixando na penumbra o crime de invasão da privacidade alheia e o crime de roubo económico em favor dos diálogos entre pessoas que são criminosamente transformados em cartilhas de corrupção activa pela descontextualização, pela deturpação e pela falsificação;
 
4. Linchar moralmente, da maneira mais torpe, quadros directivos do Benfica, dotando-os de malignidade e anti-cidadania nas percepções populares;
 
5. Colocar e/ou aliciar nas instâncias desportivas e nos jornais pessoas que sirvam os propósitos do programa propagandístico criado, fazendo com que a justiça e as penas sejam desse exclusivo foro e por essa via e nesse sentido fidelizem lógicas populares de pensamento e de acção;
 
6. Criar um ambiente decisório judicial e judiciário que criminalize severamente o Benfica e o ampute do seu poderio desportivo-financeiro, originando a ruptura dos apoios e dos parceiros internos e externos;
 
7. Provocar uma fractura entre adeptos e direção, levando aqueles a forçar o afastamento da actual direção modernizadora e do treinador e por esta via arruinar o futuro neste momento em construção através de uma nova direção que deSEIXALaria o que existe e viveria unicamente do futebol de onze e da aquisição onerosa de jogadores estrangeiros;
 
8. Enfraquecer a auto-estima dos atletas de todas as modalidades do Benfica e levá-los à desmoralização e às derrotas em campo;
 
9. Conduzir o Benfica a extremos de emoção, desânimo e revolta activa susceptível de originar castigos severos;
 
10. Incentivar directa e indirectamente a produção de falsos benfiquistas cavalos-de-tróia que ataquem o clube através de blogs e redes sociais, contribuindo desta maneira para ampliar a rede de desestabilização de nível central a cargo dos comandos da Santa Aliança. 
 
 
Karl Humanus in oubenficaouracha

Autoria e outros dados (tags, etc)

rematado às 13:41




Ao Colinho do Isaías

foto do autor


O verdadeiro Isaías!


Jorge Jesus? Nunca Mais!


Jonas, um de nós!


Rui Vitória entre nós!


Campeões Eternos


Fehér, eterno 29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Dezembro 2017

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Pesquisar

  Pesquisar no Blog







subscrever feeds