Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




40 minutos à Benfica!

por Ao Colinho do Isaías, em 07.08.17

Muitas dúvidas, algumas pertinentes, outras absurdas, se levantaram entre as hostes Benfiquistas devido aos resultados e exibições dos jogos de pré-época. Eu mantive-me em silêncio quanto a isso, por me aperceber que o que estava a ser feito nesses jogos era um reforço da condição física, para uns, e um teste à utilidade imediata, para outros. Sabia, mesmo antes de Rui Vitória o dizer na conferência de imprensa que antecedeu a Supertaça, que o Benfica se apresentaria competitivo no Sábado, o que não quer dizer que vencesse, pois uma final é uma final.

 

Pois bem, a entrada do Benfica desconjuntou um Guimarães aguerrido (como sempre) e desfez o plano de jogo que Pedro Martins tinha montado, que passava por uma contenção de resultado, procurando enervar o Benfica, para depois tentar dar uma machadada no adversário. Obrigados a reagir com o 1-0 de Jonas, o Benfica aproveitou vez após vez esse necessário adiantamento e marcou um apenas quando teve oportunidade para se aconchegar num confortável 4-0. Como não conseguiu finalizar, quando o Guimarães reduz, num lance entre o fortuito e a falha de André Almeida (Bruno Varela devia ter falado com o colega, mas tecnicamente a culpa não é dele), o jogo relança-se.

 

A segunda parte foi, tendo em conta a proximidade de jogos importantes, pautada por uma tentativa de gestão de jogo que não funcionou muito bem. Com a condição física a ressentir-se depois de intensa primeira parte, a equipa não conseguia manter a bola e ofereceu algumas oportunidades ao adversário que podia ter empatado, não fosse Varela e a inabilidade de Hurtado. A entrada de Raúl, contudo, mexeu logo com a partida e inverteu a pressão. Raphinha foi forçado ao erro, deu o ouro ao "bandido" Pizzi e este esperou até ao momento exacto e deu a Raúl, com a mesma classe com que tinha dado a Seferovic, metade do golo que este converteu primorosamente. Estava arrumada a questão.

 

 

Foram 40 minutos à Benfica aos quais poucos adversários em Portugal terão capacidade para resistir. Há que melhorar a finalização e, com melhor condição física mais à frente, gerir de outra forma a posse de bola sob pressão. Vem o Braga a seguir, rumo ao Penta.

 

NOTA: Neste momento, o onze é Jonas, Cervi, Pizzi, Fejsa, Luisão e mais seis!

Autoria e outros dados (tags, etc)

rematado às 08:43




4 comentários

De Ao Colinho do Isaías a 08.08.2017 às 08:07

Oh caro A. Reis,

Tem quase o dobro dos meus invernos :-D
Já viu muito mais Benfica que eu!

Quanto ao Isaías, desde aquela troca de emails o ano passado que, repentinamente, se fez silêncio. Inclusive, quando houveram aqueles motins na cidade onde a sua família morava, eu enviei um email à sua agente a perguntar se estava tudo bem com ele e com os seus, mas não houve qualquer resposta, nem mais contacto desde então.
Suponho que ele esteja bem, até porque seria notícia nos jornais se algo (bato na madeira) lhe tivesse acontecido, mas não sei se os motins e o seu desaparecimento e o silêncio estão ligados.

Cumprimentos,
A.do Isaías

comentar



Ao Colinho do Isaías

foto do autor


O verdadeiro Isaías!


Jorge Jesus? Nunca Mais!


Jonas, um de nós!


Campeões Eternos


Fehér, eterno 29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Agosto 2017

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Pesquisar

  Pesquisar no Blog