Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Primeira Liga



A Verdade do Penta

por Ao Colinho do Isaías, em 28.02.18

Em dia de Aniversário, há uma questão que os Benfiquistas deverão de entender quanto à situação actual:

 

Nada há a esperar de justo, das queixas que apresentemos às autoridades ou de declarações que façamos para o exterior.

 

Com isto quero dizer que o Benfica não deve, institucionalmente, agir? Claro que não! Deve agir, dentro dos preceitos. Contudo, nada devemos nós esperar em tempo útil (ou mesmo fora dele) - nem das acções judiciais, nem das exposições ou declarações para o exterior - pois resultados de tais acções dependem de jogos viciados, como o da justiça e o da comunicação social. É uma ilusão, tal justiça. De nada vale exigir actos que nenhum efeito terão com a rapidez que precisamos. O mundo é dos maus, sempre foi, e, por isso, o mundo dos maus os quererá favorecer...

...mas a Glória, essa é dos nossos.

 

Só há uma Justiça: aquela que nós sentimos pela iniquidade, aquela Justiça que nós, digerindo a injustiça, fazemos acontecer pelo nosso Coração em puro Amor.

 

Só os Benfiquistas, internamente, poderão verdadeiramente fazer valer a Justiça de uma equipa que merece Vencer perante tudo o que lhe têm posto à frente. Só nós poderemos manter Viva a Chama junto de uma equipa de jogadores e técnicos de raça Ardente e Viva, como já o temos vindo a fazer, na certeza da Vitória. Se formos verdadeiros no nosso Amor e à nossa essência, o resto se conjugará.

 

Não estamos sós. Não são só a malícia, a mentira e a estupidez que se movem no tabuleiro que se nos apresenta, meus caros companheiros Benfiquistas. Há forças Puras que nos ajudaram, ajudam e continuarão a ajudar.

 

O Quarto Anel é uma ponte, um fio que nos une à essência transcendente que fez e continua a fazer do Benfica o Glorioso.

 

Há uma Águia de Fogo Sagrado em cada um de nós, que eleva, tal qual ao Emblema, o nosso Coração à Glória.

 

Temos de ser intransponíveis, incorruptíveis, impermeáveis, rodeados que somos desta lama odienta.

Temos de estar juntos, unos, como proclamado no mote que os fundadores quiseram deixar para a posteridade de que fazemos parte:

 

E Pluribus Unum

 

Não é momento para crença ou fé. É momento sim para profunda certeza.

 

Não são palavras vãs: esta é que é a Justiça que nos compete.

Esta é que é a Verdade do Penta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

rematado às 08:52




1 comentário

De Anónimo a 28.02.2018 às 15:56

O complô está montado (muito bem montado, diga-se) desde o início da época - e abrange dois clubes mais satélites, arbitragem, federação, liga, (in)justiças, comunicação social e uma tropa de cães raivosos avulsos que andam por aí a espumar pelos cantos da boca e a ladrar aos sete ventos. Cabe-nos dar o apoio possível à equipa, para ver se conseguimos dar-lhes (aos inimigos figadais) mais um desgosto.

comentar



Admirador do Isaías

foto do autor


O verdadeiro Isaías!


Rui Vitória entre nós!


Jonas, um de nós!


Campeões Eternos


Fehér, eterno 29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Fevereiro 2018

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728

Pesquisar

  Pesquisar no Blog