Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Primeira Liga



O passo atrás que nos empurra para a frente

por Ao Colinho do Isaías, em 30.04.18

A inesperada mas merecida derrota com o Tondela despejou as esperanças de um Penta conquistado em campo, por mérito, frente aos inimigos que souberam alimentar-se de nós, das nossas dúvidas, dos nossos fantasmas. Afinal, quantos de nós clicam nos seus sites, compram os seus jornais, assistem aos seus programas na TV?

 

Por sermos os únicos capazes de nos devorarmos a nós próprios, planearam usar os próprios Benfiquistas contra si mesmos - e funcionou. Reitero, como já escrevi há uns tempos atrás, que o problema não é a crítica. Essa, quando o objectivo é melhorar o que temos no presente, é parte integrante da nossa existência. O problema é quando a crítica não é nossa, mas induzida entre nós. O problema é quando a crítica é transformada em propaganda pessoal com vista a uma agenda futura.

 

Neste último ponto, falo de Rui Gomes da Silva que, tendo a possibilidade de criticar internamente, em privado, tentando aconselhar quem neste momento está no Benfica (uns bem, outros mal, seguramente, como em qualquer lugar), transforma a sua crítica num circo à sua volta, servindo-se de desaires do Benfica para, através da demagogia de quem (já) não tem a responsabilidade de exercer, bem ou mal, uma função, mostrar-se cada vez mais aquilo que de início negou: ser um candidato alternativo a Vieira.

 

Tal não seria nefasto, de modo algum - a apresentação de ideais e visões diferentes faz parte da base do Sport Lisboa e Benfica - mas torna-se num claro volte-face em relação ao que, logo à partida, ele deixou claro. Se quer aconselhar o actual Presidente do Benfica (que é uma pessoa por quem eu, pela minha parte, como já escrevi várias vezes, não me identifico, mas a quem reconheço os méritos nos seus momentos), tem, seguramente, acesso a Luís Filipe Vieira, bem como ao resto da estrutura. Poderá tornar públicas as suas críticas, mas nunca antes, nem em detrimento, de o fazer, primeiro, a quem de direito. Isto sim, seria a lealdade implícita à afirmação "jamais me candidatarei contra Vieira".

 

Há que entender que a tão falada "cultura do Terceiro Anel" se divide em dois períodos diferentes: um primeiro, no qual o "terceiro-anelista" se definia por um apoio incondicional durante os jogos, causando um sentimento de temor nos adversários; um segundo, no qual este se tornou num juiz de um tribunal, frequentemente afectado por soberba, passando a pressionar os seus próprios jogadores.

 

Hoje em dia, a cultura desse segundo período não funciona. Já não há Nenés. Temos de perceber que haverão momentos em que não conseguimos vencer, como não conseguimos nesse passado. Só que venceremos mais e venceremos melhor se, a nós sócios e adeptos, devolvermos o primeiro período dessa "cultura do Terceiro Anel": em primeiro lugar e à partida, trata-se sempre do que podemos fazer pelo Benfica e não o que o Benfica pode fazer por nós. O que o Glorioso faz por nós é sempre consequência do que fazemos pelo Glorioso.

 

Aperceber-me que uma criatura como o Sérgio Conceição está a um suspiro de ser campeão nacional é lembrar-me que, apesar de todo o nosso Fogo Sagrado, este mundo é e sempre será, no fundo, deles: dos imorais, dos falsos, dos canalhas. Ainda por cima, com um mundo inteiro cada vez mais letrado e, ainda assim, cada vez menos instruído, educado e inteligente.

 

Por nos debatermos com a realidade impura é que somos diferentes. Por isso apelidamos o que nos une de Glorioso e, por isso, contradizendo toda uma Natureza que nos empurra a cada momento para a tentação do caminho mais fácil (algo que é inerente a si mesma), teremos sempre vivo entre nós "um ideal sincero e puro".

 

De notar que eu tenho perfeita noção que foi dentro de campo que falhámos a maior parte desta época. Sei também que houveram decisões em relação ao plantel que debilitaram as nossas opções. Sei que há mudanças que terão de ocorrer para a próxima época, mas percebo também que não devemos nunca cair na tentação de desejar mudar tudo.

 

A ideia por detrás do rumo traçado é, por princípio no contexto presente e no contexto de um futuro próximo, a mais adequada para o Benfica. Teremos é de mudar algo na forma como o apoio ao treinador é prestado na construção do plantel e no uso da formação, bem como na forma em como ele é, pessoal e profissionalmente, escudado de uma comunicação social cada vez mais podre e hostil para com o que nós representamos.

 

Precisamos de um departamento de comunicação que seja capaz de incisivamente, em cada conferência de imprensa, em cada intervenção pública de qualquer interveniente do clube, traçar a linha limite. Há que evitar o desgaste, há que providenciar conforto, há que passar pelos momentos com a comunicação social como quem passa por território sobre fogo inimigo, porque é isso que, de facto, se trata.

 

Depois, teremos de usar o que já se fez como catapulta para o que se sonha. O Penta não acontecerá desta vez, pelo menos não dentro de campo, mas este passo atrás terá de ser visto como um impulso que nos empurra para a frente. Que seja o momento de reflexão, mas não de revolução.

 

Pela minha parte, Rui Vitória deve continuar - com o total apoio, não só da estrutura interna, como dos sócios e adeptos. Ninguém é perfeito, e também ele tem bastante responsabilidade no que se passou esta época. Contudo, se protegido, se ajudado, estou convicto que ele é um treinador capaz de continuar a levar-nos à alegria transcendente das vitórias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

rematado às 16:54




25 comentários

De BENFICA365 a 30.04.2018 às 18:54

Pois meu Caro:
Estamos (eu e você) em "períodos" de Benfiquismo diferentes...
Eu já fiz ou já passei pelo período de reflexão mesmo que ocorre-se a conquista do penta a minha reflexão já tinha sido feita.
O Benfica criou hábitos ou modos de aburguesamento, é preciso despertar para uma revolução ou temo que estamos à porta de um novo Vietnam.
Não será necessária uma revolução francesa, basta uma revolução dos cravos.
Não é preciso rolar cabeças, basta afastá-las
Quanto a Rui Vitória, também aqui divergimos...
Excelente ser humano, limitado treinador de futebol...
Não consigo apoiar RV como continuidade.
Saudações Gloriosas
Viva ao BENFICA!!! Viva ao Benfiquismo!!!

De Ao Colinho do Isaías a 30.04.2018 às 19:27

Carissimo Benfica365,

Considero que o plano desenhado nestes últimos 3 anos virá a dar frutos, o que não quer dizer que se consiga ganhar sempre, até porque nem todos jogam limpo.

Contudo, se é para retirar Vieira da presidência, bem como quem ele colocou à sua volta, que seja por alguém melhor, humanamente e "profissionalmente". A questão que coloco a mim mesmo e a si é: quem?

Rui Gomes da Silva, considero, tem vindo a demonstrar quem é, ao tomar posições públicas prejudiciais em momentos complicados. Não digo que não tenha razão, mas ter razão na crítica é fácil: afinal, há sempre algo que se passa de mal em qualquer lado e é muito simples ficar bem na fotografia quando expomos o que está errado. Para mim, a correcta atitude Benfiquista seria ele chegar a Vieira (a quem com certeza terá acesso, se quiser) e expor as suas dúvidas, críticas, visões, conselhos. Não é no momento em que o Benfica mais foi atacado DE SEMPRE que se faz, com uma crítica pública cheia de meias palavras e subentendidos, uma nítida campanha pessoal.

Uma coisa é dentro do seio familiar se criticar e aconselhar alguém, outra é esse familiar ser atacado rudemente por outros e em público ajudarmos à queima.

Por isto, por essa falta de responsabilidade e até lealdade, não o vejo como alternativa. Então quem? Ninguém vejo no horizonte (mas não digo que não exista). Por isso, e por crer que o rumo irá produzir efeitos positivos, sou contra a perspectiva de revolução.

Quanto a Rui Vitória, não é um treinador que aparente competência, é discreto, mas, no futebol Português fez mais em três anos de Benfica e vários em outros clubes de menor dimensão que outros treinadores deste nosso "futeluso" que são vistos como mestres. Esta é apenas a segunda vez na sua carreira que falha os objectivos no clube onde exerce. A outra foi uma descida de divisão com o Fátima que, duas épocas depois, voltou a subir.

Isto não quer dizer que ele ficará eternamente no clube e que não possa ter o seu lugar revisto mediante os resultados, mas tem crédito e já tem provas dadas. Retirá-lo seria não só injusto, como contra-producente, pois ele foi o treinador-aposta para este rumo de há 3 anos atrás.

Abraço Glorioso!
Isaías

De BENFICA365 a 30.04.2018 às 19:51

Meu Caro:
"politica" não me diz nada!...
Melhor, não me encanta... A "guerra" Vieira- RGS para já não me afecta.
Eu sou daqueles, que a minha "cultura de terceiro anel" vem de dentro de campo, é ai que defendo o Benfica, é ai dentro de campo que exponho, extravasso todo o meu livre Benfiquismo..
Se você me perguntar ou há esmagadora maioria dos Benfiquistas quem eram os Presidentes do Benfica em 50/ 60/70/80/ tenho que recorrer ao senhor sabe tudo mr Google ou às enciclopédias do Benfica que tenho em casa... agora se você me perguntar por jogadores do Benfica dessas décadas de cor e salteado não só digo os respectivos nomes, como até(alguns) resultados, marcadores dos golos, minuto ...
O meu Benfiquismo vem dos heróis dentro de campo/ pavilhões... e não dos presidentes!!!
Sobre "politica" é tudo ou quase tudo...
Vivo diariamente o meu Benfiquismo em função dos nossos desempenhos dentro da quadra.
Falar do Presidente é complexo, é uma complexidade apenas factual (principalmente de quem é de tão longe)... fixo os meus comentários, as minhas opiniões sobre o Presidente. vice-presidentes, directores etc nos seus trabalhos ao serviço do Clube...
O trabalho do LFV está colocado nestes anos todos, o do RGS simplesmente não conheço mesmo quanto estava no Benfica... ou pelo menos não encontro causa-efeito no Benfica

Saudações

De Ao Colinho do Isaías a 30.04.2018 às 19:58

Mas caro amigo, então que revolução fala, se não envolver o presidente?

Mesmo que mude o treinador e os jogadores todos, é do presidente que vem (ou tem de vir) a indicação do caminho a ser trilhado.

Se se decidir pela revolução, terá de se mudar para novo rumo, novo começo e, por isso, novo presidente. Se se decidir por uma continuidade, ainda que parcial em relação a cargos e modo de funcionamento, então terá de ser com o mesmo presidente.

Não falo de política, falo do que me parece lógico.

Cumprimentos!
Isaías

De BENFICA365 a 01.05.2018 às 00:26

Meu caro:
Novo rumo? SIM!
Nova estratégia? SIM!
Novo Presidente? Não(necessariamente)!
Não peço cabeças, peço novo rumo!!!!
LVF quer impor ao Benfica e aos Benfiquistas a ilusão de um Benfica principal, com a subida dos B aos A. Capaz de ganhar campeonatos... (pausa para um rir de frustração)
È entrar, pegar de estaca! Logo de imediato- selo de qualidade!
Basta olhar para a equipa B... foda-se (desculpe a ousadia) tão tenrinhos eles estão!!!!
Basta olhar para o Varela... para o Diogo Gonçalves... para o João Carvalho...
Nada de comprar jogadores feitos! Nada de comprar estaleca, experiência, provas dadas e competência, que isso não faz falta nenhuma!????
A formação como "salvação"... como modelo ganhador... quem no mundo??? Nem o próprio Barcelona... quem foi nos últimos 10 anos o jogador da formação do Barça que se impôs??? Talvez só Sergio Roberto!!!
Messi, Iniesta, Busquets, Piquet foram a ultima fornalha... daquela equipa do Barça que nos derrotou na final da youth legue quantos estão no plantel????
Ninguém pode cair na ilusão, ou no canto do vigário que LFV que quer forçosamente impor a formação... Renatos, Guedes,Lindelofs não aparecem ou crescem ou são criados todos os anos...
Ganhar só com a formação... impossível, todos os anos impor 6/7 jogadores não brinquem!!!
È o João Félix, Gedson a solução???... porra apetece-me mandar tudo para um lugar...
Segue a nossa equipa B???
Diga-me um capaz de entrar de caras neste Benfica já de si fraco ou movido a golos do Jonas????
Sim para entrar de caras!!!! Porque no Benfica, é tudo muito bonito, mas não há tempo para deixar crescer... ou rende ou não rende PONTO!!!
Quantos pontos, campeonatos, épocas tem o Benfica que perder??? para chegarmos à conclusão que o João Carvalho não deve nada a um André Carvalhas, a David Simão, a um João Teixeira...NÃO SERVE!!! NÃO SERVIRAM!!!
O que é que custa a um clube como o Benfica traçar um estratégia de "gastar" por época entre 20 a 30 M em contratações NECESSÁRIAS...
Vendemos Ederson, Lindelof, Nelson Semedo , Mitroglou mais coisa menos 80 a 90 m de encaixe... o que é que investimos????
Isto já vai longo...
Algo tem de mudar a vários níveis se queremos melhor na próxima época. !!!
Saudações

De Ao Colinho do Isaías a 01.05.2018 às 08:10

Carissimo,

Estamos de acordo e eu penso que o que foi definido foi juntar a alguns jogadores da formação a cada ano, jogadores já feitos. O problema, pelo menos este ano, é que as contratações não estiveram ao nível desejado e, por isso, penso que é no momento da escolha do plantel que deve haver muita reflexão.

Eu não defendo o presidente, que já deu provas de ser apenas um mercador. Contudo, defendo que, para a forma como o panorama do negócio do futebol está a mudar, este estratégia vai ser a mais acertada - e quem quer que tenha aconselhado Vieira a traçar este plano terá visto que em breve o negócio do futebol vai estoirar e a FIFA/UEFA terão de impôr restrições sérias às transferências, como já se tem visto gradualmente.

Agora, concordo que no caso particular desta época não correu nada bem. Isto não quer dizer que, como plano geral, não sirva.

O que é melhor para o Benfica não pode ser nunca a curto prazo, porque, quer gostemos quer não, a realidade é que o mundo é um negócio e uma arena. Os melhores momentos do Benfica viveram-se quando houve essa preocupação anterior em deixar condições para o futuro que ainda está por construir.

Abraço Glorioso!
A. Isaías

De Anónimo a 30.04.2018 às 19:53

Excelente comentário que eu subscrevo totalmente.
Realço a seguinte frase, "O problema é quando a crítica não é nossa, mas induzida entre nós. O problema é quando a crítica é transformada em propaganda pessoal com vista a uma agenda futura".

Por sorte quem escreve e comenta naquele blogue, que eu apelido de chiqueiro, é uma minoria que em termos de eleições pouca expressão terão, senão estaríamos entregues à bicharada.

RGS nunca irá levar um voto que seja meu e eu tenho mais de 150 votos em casa.

Saudações benfiquistas

De Ao Colinho do Isaías a 30.04.2018 às 20:12

Caro Anónimo,

Grato pelo comentário.

Cada Benfiquista vive à sua maneira e por isso, e por saber da própria divergência tão comum no Benfiquismo que se vive no NGB, não vou tão longe assim. É certo que, para mim, alguns limites já foram ultrapassados naquele blog, não de um ponto de vista de expressão, mas de um ponto de vista de decência, pelo menos de acordo com os meus parâmetros, mas também já tenho visto o oposto por lá.

Falei no que considero errado na postura de Rui Gomes da Silva, porque é figura pública, por um lado, e porque é a única alternativa que se apresenta num hipotético cenário de "revolução". Para mim, e pelo visto para si também, não serve.

Cumprimentos,
Isaías

De António Madeira a 30.04.2018 às 20:33

Tivesse eu o dom da palavra e era isto que eu escreveria. Que haja Benfiquistas com esta lucidez e esta postura é algo que me orgulha e faz manter a convicção do nosso futuro de sucesso.
Grande abraço.

De Ao Colinho do Isaías a 30.04.2018 às 20:37

Cumprimentos, caro António Madeira, e grato pelo comentário!

Isaías

De Anónimo a 30.04.2018 às 21:15

Excelente post, parabéns!
Quanta sensatez e clarividência, algo tão escasso nos dias que correm!
Saudações gloriosas,
Tiago

De Ao Colinho do Isaías a 30.04.2018 às 21:33

Cumprimentos, caro Tiago.

De philippe a 30.04.2018 às 21:16

E não achas justamente que RGS foi delicadamente posto là fora porquê havia alguem dentro cujo ego é de tal modo gigante que não aceitava um pingo de critica. A demagogia te deseja uma boa noite cheia de sonhos...

De Ao Colinho do Isaías a 30.04.2018 às 21:32

Caro Philippe,

SE for verdade que Rui Gomes da Silva foi posto fora do Benfica por Luís Filipe Vieira ou outro membro da estrutura, devido a criticar, então que resolva o problema com a pessoa em si, NUNCA envolvendo o Benfica, NUNCA em prejuízo do Benfica.

Se Vieira é capaz de o ter feito? É capaz, claro. No entanto, Rui Gomes da Silva, SE tiver algo a resolver com ele, que o faça com a pessoa Vieira e NUNCA envolvendo o Benfica, NUNCA colocando o Benfica em causa. Ponto final.

O Glorioso está acima de qualquer problema pessoal. Por isso, por colocar o Benfica em primeiro lugar, é que eu defendo que Vieira deve continuar, apesar de eu não gostar dele como pessoa... e eu nem o conheço pessoalmente.

O nosso Glorioso não é arma de arremesso em qualquer trica ou guerrinha egóica. Lealdade, se não para com a pessoa porque tem um problema com ela, lealdade para com o Benfica.

Cumprimentos,
Isaías

De philippe a 30.04.2018 às 23:58

Caro Isaias (que nome fabuloso)! Obrigado pela resposta da qual tenho divergencia mas que aceito. So para te dizer que uma pessoa que ninguem pode contrariar (veja o que diz Arons de Carvalho sobre o jornal O Benfica) acaba forçosamente mal e a historia nos dà centenas de exemplo disso (ditadores/autocratas traidos ou tirados do lugar pela via da força ou do assassinio). Acho que pelo bem do nosso clube seria bom que o super ego deixasse o lugar (nem que seja para um da sua corja) coisa que não vai acontecer tranquilamente penso eu. Mas gostaria que tu compreendesses que hoje o LFV é um problema para a evolução do Glorioso: ele tomou na estrutura gente que não sinta o clube como nos porque simplesmente ele não gosta de ser criticado (assalariados sempre concordantes com o dono porque PAGOS), ou que alguem lhe mostra que as suas ideias são nefastas para o clube (exemplo : os direitos de tv). De qualquer forma se os benfiquistas querem continuar com lfv para mim tudo bem (hibernarei) mas da proxima vez pelo menos terão uma alternativa e ai sim ninguem poderà se esconder atràs de maiorias dignas da coreia do norte para justificar uma pretensa união: os socios se escolhem lfv terão que assumir emocionalmente as consequencias dos votos que eles tiverão e ponto final! Boa noite caro Isaias do qual registo a elevação e educação!

De Ao Colinho do Isaías a 01.05.2018 às 08:16

Caro Phillipe,

Grato pela resposta ao meu comentário.

Eu estou ciente do tipo de homem que Vieira é: um mercador. Só que o mundo é actualmente um negócio sem tréguas.

Do ponto de vista pessoal, eu concordaria com a saída de Vieira e a entrada de outro presidente, APENAS SE essa mudança fosse para o melhor do Benfica. Não vejo isso em Rui Gomes da Silva, pelo que já mencionei.

Cumprimentos e seja sempre bem vindo,
A. Isaías

De Anónimo a 01.05.2018 às 01:29

RGS pensava-se (julga-se?) superior aos outros (ambição) e "exigiu" junto de Vieira um papel maior na direcção. Foi-lhe legitimamente negado pelo que FOI ELE que se demitiu.
Que ele se julga superior revela-se pelas constantes criticas públicas aos outros membros da direcção. Inadmissível!!
Para mim, isso desqualifica-o como presidente.

De Ao Colinho do Isaías a 01.05.2018 às 08:20

Caro anónimo,

Eu não sei, honestamente, se Rui Gomes da Silva é como o descreve. O que posso é avaliar actos que tomou em prol ou detrimento do Benfica - só isso me interessa neste caso.

Daí que concorde que o volte-face que tem feito nas suas crónicas públicas em relação ao que em primeiro lugar afirmou ("jamais me candidatarei contra Vieira"), seja problemático.

É que ou vai resolver qualquer problema pessoal com quem o tem, ou, no mínimo, não seja vago nem ambíguo no que quer afirmar. Se quer ser oposição, então que o seja: afirme-o e diga o que tem a dizer. Contudo, não é isso que se tem visto, mas sim um contínuo "uma no cravo outra na ferradura".

Cumprimentos,
A. Isaías

De Anónimo a 30.04.2018 às 23:59

.......eu não percebo, como é possível dizerem que RGS, com as declarações prejudica o Benfica.........parece a história dos emails, todos dizem "isto" e "aquilo" mas factos não há. Desde quando é que um sócio do Benfica não pode criticar um Presidente ou uma Direcção????........o que está em causa é os sócios escolherem, uma vez por todas, se querem um CLUBE ganhador, investindo forte no FUTEBOL, ou se querem uma SAD, "fazedora" de jogadores para vender ao melhor preço e o mais ràpidamente possível..........Eu Sócio há mais de 50 anos, quero um BENFICA ganhador...............sou sócio do Benfica não sou "sócio" de nenhum Presidente.........

De Ao Colinho do Isaías a 01.05.2018 às 08:29

Caro anónimo,

Já escrevi anteriormente que:

a) não gosto de Luis Filipe Vieira como pessoa, mas não vejo alternativa viável neste momento para o lugar de presidente;

b) que a crítica não é a questão. Aliás, no post que comentou está escrito: «Reitero, como já escrevi há uns tempos atrás, que o problema não é a crítica. Essa, quando o objectivo é melhorar o que temos no presente, é parte integrante da nossa existência. O problema é quando a crítica não é nossa, mas induzida entre nós. O problema é quando a crítica é transformada em propaganda pessoal com vista a uma agenda futura.»

c) investir forte no futebol vai, num futuro próximo, ser bastante diferente do que é hoje em dia. Em primeiro lugar há que pensar na essência do clube: queremos independência dentro das possibilidades. Em segundo lugar, cada vez mais veremos restrições graduais às transferências, devido a todos os intervenientes que parasitam o futebol (e com quem Vieira também negoceia, sem dúvida). Considero que, neste ponto, investir forte no futebol é ter a capacidade de seleccionar e ir buscar os jogadores feitos que podemos suportar financeiramente e apostar a sério naqueles que da nossa formação têm capacidade. Olhando para o que vejo no horizonte, penso que o plano, no seu desenho, está certo. Tem é de ser bem implementado, daí ter escrito: «Teremos é de mudar algo na forma como o apoio ao treinador é prestado na construção do plantel e no uso da formação (...)»

Cumprimentos,
A. Isaías

De Ao Colinho do Isaías a 01.05.2018 às 08:34

Esqueci-me de responder à sua alusão aos emails: a verdade vigente é influenciada pela crença colectiva. Os emails, que como bem disse não são prova de nada, servem para influenciar a crença de que o Benfica é como o Porto, ou seja, só ganha por trapaça.

Daqui a décadas, ainda se vai falar dos emails e ainda haverá quem diga que o são como o Apito Dourado.

Por isso, sim, a corja que inventou o caso dos emails prejudica o Benfica - e com a ajuda de muito Benfiquistas bem-intencionados.

De Pinheirinho a 02.05.2018 às 11:27

É bom ler pela blogosfera pessoas sérias e que vêm mais à frente dos outros, e este colinho do Isaias é um ar fresco de Benfiquismo.
Somos poucos, somos muito pouco na defesa do futuro, a maioria dos Benfiquistas não sabe o que quer, vive muito o, "A galinha da vizinha é melhor que a minha"
A nossa anda a por ovos à 4 anos seguidos as deles dão um ovo ranhoso e de muito mau aspecto a cada década, mas a deles é sempre melhor que o nosso.
Este ano foi aquilo a que se pode chamar de anus Horribilis, por todo o nojo que vi, por toda a maldade que nos fizeram e pela forma vil como as instituições assobiam para o lado sempre que a vitima é o Benfica e são lestas quando o acusador é o Benfica.
Mas o Ano é pior ainda, não pelo mal que os rivais nos fazem, mas o mal maior que os Benfiquistas fazem ao clube, a descrença e a forma como se deixaram enredar nesta teia de fracos fios, acreditando mais nos outros que nos nossos, juntando-se ao um coro anti Vieira, Anti Rui Vitória, Anti Paulo Gonçalves, Anti Domingos Soares de Oliveira e tantos outros que não sendo da direção dão a cara sem perceberem que ao fazerem o nome que atacam é o Benfica!

Por mim fica Vitória e continua com o mesmo projecto, sem loucuras subindo B's, formando homens de futuro, pode ser que perdendo este ano não tenhamos de vender as nossas pérolas pelos menos durante um ano!

De Ao Colinho do Isaías a 02.05.2018 às 11:33

Grato pelo comentário, caro Pinheirinho.
Seja sempre bem vindo.

De Ana_slb a 05.05.2018 às 16:22

Concordo plenamente que não é por ter corrido mal que temos de mudar tudo. Isso já fizemos muitos anos e com os resultados que todos conhecemos. É preciso investir de forma séria e concentrada no plantel para dar condições a Rui Vitória de fazer melhor.
Não conhecia este blog, gostei. Parabéns pelo trabalho. Vou adicionar à lista do meu blog http://diario-de-um-benfiquista.blogspot.pt/ Se quiser fazer o mesmo agradeço!
Saudações Benfiquistas

De Ao Colinho do Isaías a 05.05.2018 às 16:46

Cara Ana,

grato pelo comentário.

Adicionei também o seu blog à minha lista.

Seja bem vinda,
Cumprimentos,
A. Isaías

comentar



Ao Colinho do Isaías

foto do autor


O verdadeiro Isaías!


Rui Vitória entre nós!


Jonas, um de nós!


Campeões Eternos


Fehér, eterno 29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Abril 2018

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930

Pesquisar

  Pesquisar no Blog