Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Primeira Liga 18/19



Rui Vitória puxa "misters" de bancada à realidade

por Ao Colinho do Isaías, em 23.01.17

O jogo de ontem começou bem, mas apresentou inexplicáveis nuvens do fantasma axadrezado da semana anterior. Perante um Tondela bem organizado defensivamente, tentando ser letal nas suas parcas investidas (e quase o foi, se o avançado que bateu Ederson não tivesse estado em fora-de-jogo), a equipa deixou-se abater, abalar um pouco pelas dificuldades, e complicava o que acabou por tornar simples na segunda parte.

 

A substituição de Cervi não teve a ver com o seu desempenho, a meu ver. Foi uma troca da explosão pura pela experiência que o jogo pedia - experiência essa de Salvio que acabou por libertar dois jogadores amarrados até então: Pizzi e Nélson Semedo.

 

Rui Vitória terá visto o que nós, os "misters" da bancada, provavelmente não vimos: que a baixa produção de Pizzi na primeira parte advinha da incorrecta ocupação dos espaços por parte dos alas, que tornavam a tarefa de distribuição, que o nosso número 21 desempenha, muito mais difícil. O Tondela organizou-se bem, sim, mas era o Benfica que estava a ser o seu próprio empecilho. A entrada de Salvio colmatou essa lacuna (e eu estava entre aqueles que um ano antes pensava que a utilidade do Salvio estava acabada, após a complicada lesão).

 

Foi um Benfica diferente e um Tondela que não soube adaptar-se à diferença, pois por mais bem organizada que uma equipa esteja pelo treino, é por norma a inteligência e visão dos jogadores que mais diferença faz entre grandes e pequenos. A partir daí, só deu Benfica e sabia-se que era uma questão de tempo aparecer o golo. Foi Pizzi, o tal que estava em tão evidente sub-rendimento na primeira parte e foi Pizzi que não só marcou mas que se soltou do espartilho táctico do Tondela pelo apoio e linha de passe rápida que passou a ter em Sálvio e Nélson Semedo, dupla rotinada e que sabe de olhos fechados que espaços ocupar.

 

Nós, Benfiquistas e treinadores cheios de conquistas nas fantasias das nossas mentes e que temos sempre razão na profundidade da nossa paixão pela nossa equipa, que queremos ver sempre vencer, fomos puxados à realidade por Rui Vitória com uma simples substituição. Como estava tudo diferente no Inverno de há um ano, não é? É tão bom estar errado.

 

Nota: Primeiro golo de Rafa! O primeiro de muitos, rapaz! Chuta à baliza!

Autoria e outros dados (tags, etc)

rematado às 09:00




2 comentários

De Anónimo a 24.01.2017 às 09:22

Foi, de facto, uma primeira parte fraca da nossa parte. acima de tudo muito parca de ideias e sem conseguir explorar o espaço entrelinhas não havendo hipótese para as combinações Pizzi-Jonas. Tal deveu-se, como referiste e bem. ao facto de termos jogado com dois extremos que estavam a explorar em demasia o espaço interior.

A entrada de Salvio mudou tudo, joga mais aberto e dá mais profundidade à equipa, permitindo ao Nélson fazer diagonais para dentro, nas quais ele é muito forte e fazendo com que Jonas se fixasse mais no corredor central( na 1ª parte estava a cair demasiado nas linhas) e ficasse mais disponível para combinar com Pizzi. E, obviamente a equipa aumentou a intensidade do seu jogo e começou a cansar a equipa do Tondela que até então apenas necessitava de estar praticamente estática à nossa espera devido às movimentações estéreis da primeira parte.

Uma palavra para Rafa, é um grande jogador! inteligentíssimo em tudo o que faz, ainda por cima em velocidade, eperemos que este golo tenha desbloqueado a sua veia goleadora.

No entanto, o que quero ressalvar é o estádio da luz, o apoio à equipa tem sido impressionante mesmo quando as coisas correm menos bem. No jogo com o boavista quase que me atrevo a dizer que o resultado foi Estádio da Luz 3-3 Boavista porque de facto empurraram a equipa para uma recuperação que, por pouco, não foi histórica.

De Ao Colinho do Isaías a 24.01.2017 às 09:44

Caro Anónimo,

Grato pelo comentário e de facto concordo com a sua análise ao jogo.

Rafa é um extraordinário jogador que se está a adaptar ao peso do Manto Sagrado. Ainda nos trará imensas alegrias!

O Estádio da Luz mudou muito com a entrada de Rui Vitória e com o episódio com Jorge Jesus, mas isso é conversa para um post futuro ;-) Realmente tem sido incrível o apoio vindo das bancadas!

Cumprimentos,
A.do Isaías

Ao comentar coloque, por favor, um nome no campo respectivo ou faça login através do Sapo ou do Facebook. Isso irá facilitar a identificação nos diálogos:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Ao Colinho do Isaías

foto do autor


O verdadeiro Isaías!


Jorge Jesus? Nunca Mais!


Jonas, um de nós!


Rui Vitória entre nós!


Campeões Eternos


Fehér, eterno 29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Janeiro 2017

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Pesquisar

  Pesquisar no Blog







subscrever feeds