Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Primeira Liga



O passo atrás que nos empurra para a frente

por Ao Colinho do Isaías, em 30.04.18

A inesperada mas merecida derrota com o Tondela despejou as esperanças de um Penta conquistado em campo, por mérito, frente aos inimigos que souberam alimentar-se de nós, das nossas dúvidas, dos nossos fantasmas. Afinal, quantos de nós clicam nos seus sites, compram os seus jornais, assistem aos seus programas na TV?

 

Por sermos os únicos capazes de nos devorarmos a nós próprios, planearam usar os próprios Benfiquistas contra si mesmos - e funcionou. Reitero, como já escrevi há uns tempos atrás, que o problema não é a crítica. Essa, quando o objectivo é melhorar o que temos no presente, é parte integrante da nossa existência. O problema é quando a crítica não é nossa, mas induzida entre nós. O problema é quando a crítica é transformada em propaganda pessoal com vista a uma agenda futura.

 

Neste último ponto, falo de Rui Gomes da Silva que, tendo a possibilidade de criticar internamente, em privado, tentando aconselhar quem neste momento está no Benfica (uns bem, outros mal, seguramente, como em qualquer lugar), transforma a sua crítica num circo à sua volta, servindo-se de desaires do Benfica para, através da demagogia de quem (já) não tem a responsabilidade de exercer, bem ou mal, uma função, mostrar-se cada vez mais aquilo que de início negou: ser um candidato alternativo a Vieira.

 

Tal não seria nefasto, de modo algum - a apresentação de ideais e visões diferentes faz parte da base do Sport Lisboa e Benfica - mas torna-se num claro volte-face em relação ao que, logo à partida, ele deixou claro. Se quer aconselhar o actual Presidente do Benfica (que é uma pessoa por quem eu, pela minha parte, como já escrevi várias vezes, não me identifico, mas a quem reconheço os méritos nos seus momentos), tem, seguramente, acesso a Luís Filipe Vieira, bem como ao resto da estrutura. Poderá tornar públicas as suas críticas, mas nunca antes, nem em detrimento, de o fazer, primeiro, a quem de direito. Isto sim, seria a lealdade implícita à afirmação "jamais me candidatarei contra Vieira".

 

Há que entender que a tão falada "cultura do Terceiro Anel" se divide em dois períodos diferentes: um primeiro, no qual o "terceiro-anelista" se definia por um apoio incondicional durante os jogos, causando um sentimento de temor nos adversários; um segundo, no qual este se tornou num juiz de um tribunal, frequentemente afectado por soberba, passando a pressionar os seus próprios jogadores.

 

Hoje em dia, a cultura desse segundo período não funciona. Já não há Nenés. Temos de perceber que haverão momentos em que não conseguimos vencer, como não conseguimos nesse passado. Só que venceremos mais e venceremos melhor se, a nós sócios e adeptos, devolvermos o primeiro período dessa "cultura do Terceiro Anel": em primeiro lugar e à partida, trata-se sempre do que podemos fazer pelo Benfica e não o que o Benfica pode fazer por nós. O que o Glorioso faz por nós é sempre consequência do que fazemos pelo Glorioso.

 

Aperceber-me que uma criatura como o Sérgio Conceição está a um suspiro de ser campeão nacional é lembrar-me que, apesar de todo o nosso Fogo Sagrado, este mundo é e sempre será, no fundo, deles: dos imorais, dos falsos, dos canalhas. Ainda por cima, com um mundo inteiro cada vez mais letrado e, ainda assim, cada vez menos instruído, educado e inteligente.

 

Por nos debatermos com a realidade impura é que somos diferentes. Por isso apelidamos o que nos une de Glorioso e, por isso, contradizendo toda uma Natureza que nos empurra a cada momento para a tentação do caminho mais fácil (algo que é inerente a si mesma), teremos sempre vivo entre nós "um ideal sincero e puro".

 

De notar que eu tenho perfeita noção que foi dentro de campo que falhámos a maior parte desta época. Sei também que houveram decisões em relação ao plantel que debilitaram as nossas opções. Sei que há mudanças que terão de ocorrer para a próxima época, mas percebo também que não devemos nunca cair na tentação de desejar mudar tudo.

 

A ideia por detrás do rumo traçado é, por princípio no contexto presente e no contexto de um futuro próximo, a mais adequada para o Benfica. Teremos é de mudar algo na forma como o apoio ao treinador é prestado na construção do plantel e no uso da formação, bem como na forma em como ele é, pessoal e profissionalmente, escudado de uma comunicação social cada vez mais podre e hostil para com o que nós representamos.

 

Precisamos de um departamento de comunicação que seja capaz de incisivamente, em cada conferência de imprensa, em cada intervenção pública de qualquer interveniente do clube, traçar a linha limite. Há que evitar o desgaste, há que providenciar conforto, há que passar pelos momentos com a comunicação social como quem passa por território sobre fogo inimigo, porque é isso que, de facto, se trata.

 

Depois, teremos de usar o que já se fez como catapulta para o que se sonha. O Penta não acontecerá desta vez, pelo menos não dentro de campo, mas este passo atrás terá de ser visto como um impulso que nos empurra para a frente. Que seja o momento de reflexão, mas não de revolução.

 

Pela minha parte, Rui Vitória deve continuar - com o total apoio, não só da estrutura interna, como dos sócios e adeptos. Ninguém é perfeito, e também ele tem bastante responsabilidade no que se passou esta época. Contudo, se protegido, se ajudado, estou convicto que ele é um treinador capaz de continuar a levar-nos à alegria transcendente das vitórias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

rematado às 16:54


O Coração de Luz...

por Ao Colinho do Isaías, em 07.04.18

...que se recusa a ceder - O Fogo Sagrado que nos levará de volta a Casa!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

rematado às 23:32


Medo de Palco

por Ao Colinho do Isaías, em 12.03.18

Tal como Rafa, que só agora, ao fim de muito tempo, conseguiu equilibrar-se emocionalmente para ter a confiança de envergar o Manto Sagrado para expôr livremente todo o seu futebol, também João Carvalho, um talento incrível, precisa do seu tempo para que os ajustes mentais aconteçam.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tanto um como o outro, com caminhos diferentes para lá chegar, cumpriram a primeira parte de um Sonho de uma vida: chegar à equipa principal do Sport Lisboa e Benfica.

 

Só que vestir a camisola não chega. Não é sonho cumprido pertencer ao plantel. É ser decisivo, é participar activamente na alegria de toda esta gente que tem um Fogo Sagrado no coração.

 

Esse passo do sonho, custa um pouco mais. É o Medo de Palco, o receio de ser feliz, de cumprir tudo o que tanto se anseou e nada ter mais a que almejar: é cumprir a transcendência.

 

Rafa demorou mais de um ano a dar o passo para ser decisivo na equipa.

A João Carvalho, que é um jogador incrivelmente talentoso, deverá ser dado o tempo que precisa.

O seu momento certo chegará, como o de Rafa chegou. Rui Vitória é o Homem certo para tal desígnio.

 

O sonho está aí, João, ao alcance do teu Coração!

Autoria e outros dados (tags, etc)

rematado às 12:52


Granada de fumo

por Ao Colinho do Isaías, em 06.03.18

O que é revelado nesta notícia, só pode ser uma granada de fumo atirada entre os Benfiquistas.

 

Como bem afirma o blog Eusébio + 10,

 

O nosso assessor jurídico foi detido esta manhã pela Polícia Judiciária "alegadamente por tentar obter de forma ilícita dados sobre o chamado processo dos «emails»".
Os piratas informáticos continuam soltos. Os que divulgaram publicamente dados privados e confidenciais continuam soltos. E quem é que vai dentro? quem tentou (de forma ilícita) saber o que constava no processo.

A nossa justiça é uma vergonha, ponto.
O amadorismo do Benfica neste processo idem. A ser verdade o comportamento do Paulo Gonçalves, rua com ele que já vai tarde.

 

É que se for verdade que Paulo Gonçalves tentou subornar oficiais de justiça para obter dados sobre a investigação do caso dos emails, deverá ser punido por isso. Só que tal não deve desviar a atenção dos crimes originais neste processo. Também não deve desviar as atenções do tal pagamento do Porto de uma dívida ao Estoril, que afinal já estava paga, mas que depois afinal deu jeito não estar - para poderem dar a volta a um jogo que deveriam ter perdido na secretaria, justamente.

 

Há uns posts atrás tinha alertado para o facto de:

 

Nada há a esperar de justo, das queixas que apresentemos às autoridades ou de declarações que façamos para o exterior.

 

Cabe a nós manter a união e enfrentar o que vier, para que o Penta seja a nossa realidade.

 

Se alguém no Benfica prevaricou, que seja punido - é esse o desejo do Espírito Benfiquista.

Contudo, não se pode ignorar o timing destes passos, destas jogadas. O aparelho judicial e de informação social está contra a nossa união, está contra nós. Temos de ter isto bem presente antes de quaisquer precipitações.

 

Actualização 06/MAR/2018, 12:35h:

 

https://www.slbenfica.pt/pt-pt/agora/noticias/2017_2018/03/06/benfica-comunicado-total-disponibilidade-em-colaborar-com-a-justica

 

A Sport Lisboa e Benfica SAD confirma a realização de buscas às suas instalações no âmbito de um processo de investigação sobre eventual violação do segredo de justiça e reitera a sua total disponibilidade em colaborar com as autoridades no integral apuramento da verdade.

A Sport Lisboa e Benfica SAD manifesta a sua confiança e convicção de que o Dr. Paulo Gonçalves terá oportunidade, no âmbito do processo judicial, de provar a legalidade dos seus procedimentos.

A Sport Lisboa e Benfica SAD informa que irá pedir com carácter de urgência uma audiência à Senhora Procuradora-Geral da República, pelas reiteradas e constantes violações do segredo de justiça, sobre os processos que envolvem o clube, numa estratégia intencional e com procedimentos fáceis de serem investigados, como hoje foi claramente comprovado.

Lisboa, 6 de março de 2018

 

Actualização 07/MAR/2018, 08:20h: 

 

Artigos e posts importantes relacionados com esta cortina de fumo:

http://hugogil.pt/sporting-informacoes-privilegiadas-um-mes-das-buscas-nas-operacao-toupeira/

http://geracaobenfica.blogspot.com/2018/03/basta-pouca-vergonha-no-futebol.html

http://geracaobenfica.blogspot.com/2018/03/a-justica-desportiva-tambem-inicia.html

http://pluribusunum7.blogspot.pt/2018/03/comeca-ser-preocupante-o-comportamento.html

 

Actualização 08/MAR/2018, 08:15h: 

 

Paulo Gonçalves sai em liberdade:

http://www.abola.pt/Clubes/Noticias/Ver/719726/40/

 

Benfica reafirma total disponibilidade de colaboração com a Justiça:

https://www.slbenfica.pt/pt-pt/agora/noticias/2017_2018/03/07/nota-a-comunicacao-social-benfica-reafirma-total-disponibilidade-para-colaboracao-com-a-justica

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

rematado às 11:22


A Verdade do Penta

por Ao Colinho do Isaías, em 28.02.18

Em dia de Aniversário, há uma questão que os Benfiquistas deverão de entender quanto à situação actual:

 

Nada há a esperar de justo, das queixas que apresentemos às autoridades ou de declarações que façamos para o exterior.

 

Com isto quero dizer que o Benfica não deve, institucionalmente, agir? Claro que não! Deve agir, dentro dos preceitos. Contudo, nada devemos nós esperar em tempo útil (ou mesmo fora dele) - nem das acções judiciais, nem das exposições ou declarações para o exterior - pois resultados de tais acções dependem de jogos viciados, como o da justiça e o da comunicação social. É uma ilusão, tal justiça. De nada vale exigir actos que nenhum efeito terão com a rapidez que precisamos. O mundo é dos maus, sempre foi, e, por isso, o mundo dos maus os quererá favorecer...

...mas a Glória, essa é dos nossos.

 

Só há uma Justiça: aquela que nós sentimos pela iniquidade, aquela Justiça que nós, digerindo a injustiça, fazemos acontecer pelo nosso Coração em puro Amor.

 

Só os Benfiquistas, internamente, poderão verdadeiramente fazer valer a Justiça de uma equipa que merece Vencer perante tudo o que lhe têm posto à frente. Só nós poderemos manter Viva a Chama junto de uma equipa de jogadores e técnicos de raça Ardente e Viva, como já o temos vindo a fazer, na certeza da Vitória. Se formos verdadeiros no nosso Amor e à nossa essência, o resto se conjugará.

 

Não estamos sós. Não são só a malícia, a mentira e a estupidez que se movem no tabuleiro que se nos apresenta, meus caros companheiros Benfiquistas. Há forças Puras que nos ajudaram, ajudam e continuarão a ajudar.

 

O Quarto Anel é uma ponte, um fio que nos une à essência transcendente que fez e continua a fazer do Benfica o Glorioso.

 

Há uma Águia de Fogo Sagrado em cada um de nós, que eleva, tal qual ao Emblema, o nosso Coração à Glória.

 

Temos de ser intransponíveis, incorruptíveis, impermeáveis, rodeados que somos desta lama odienta.

Temos de estar juntos, unos, como proclamado no mote que os fundadores quiseram deixar para a posteridade de que fazemos parte:

 

E Pluribus Unum

 

Não é momento para crença ou fé. É momento sim para profunda certeza.

 

Não são palavras vãs: esta é que é a Justiça que nos compete.

Esta é que é a Verdade do Penta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

rematado às 08:52


Refrescante eco de um tempo extinto

por Ao Colinho do Isaías, em 23.02.18

Não há nada que um parasita deteste mais que ser descoberto.

César Boaventura, quem, honestamente, não conhecia antes desta troca pública de mensagens, apresenta-nos um refrescante eco de um tempo antigo, já extinto, no qual a honestidade e coragem prevaleciam sobre o negócio.

Este é um verdadeiro dia D para o Penta. Grato, César Boaventura, por não seres apenas um mercador.

 

https://www.facebook.com/cesar.boaventura.12/videos/2008138689460464/

 

A FALTA DE CARA POR TRÁS DE BLOGS

Sabes Francisco J, o que eu digo não é por de trás de blogs, muito menos faço denúncias anônimas para levantar as ridículas suspeitas, e difamar terceiros, eu dou a cara!

Em tudo que que digo, identifico-me muito bem, e tu sabes que o faço porque não estou a mentir e não sou um trafulha como tu!

Se temo pela integridade física? Claro que sim, como bem sabes por eu falar a verdade nos últimos dias, sou vítima de várias ameaças, mas como já entendeste não vai ser isso que me vai calar.

A mentira anda a provocar-te cegueira e talvez seja a hora de aumentares a graduação.

Foste sim o vírus que através de uma conversa, que uma das vossas cobaias ouviu num restaurante, me começaste a tentar difamar, mas estás no caminho errado.

Tenho pena realmente encontrar escrotos como tu na sociedade que acusa com blogs falsos, difama com blogs falsos, e tenta passar uma imagem de pessoa séria e integra, quando na verdade estás mais podre que uma laranja já sem cor original!

- Pedes-me respostas? Então estou disponível a sentar-me contigo publicamente e responder-te a tudo o que pretendes, de forma a poder mostrar aos Portugueses o que realmente és.

- Nessa altura, falaremos dos “MARTINS” das propostas, (avisa os homens que não precisam de segurança para estar comigo)... Falaremos dos “PEDROS”, “DAVIDES” dos “JOES” e até mesmo do “JOSÉ” 😝 “ANTONIOS” esses teus meninos da tal famosa “MALA”.. Sem esquecer muitos jogadores como “ANTONIOS”!!! 🤣🤣

ATENÇÃO AOS PRESIDENTES DOS CLUBES.....(..) Não deixem, nenhum Pedro, Davide, João, Antonio’s e até mesmo o “JOSÉ”, se aproximar dos seus jogadores até final da época!!! 🤭

- Como vês, ando muito bem informado e disponível para tudo que seja legal!

- Não te esqueças que quem não deve não teme e dá a cara... Não se esconde por trás de um blog a mandar balelas. Sim és um balelas atrafulhado, que vais ser desmascarado!

Esta difamação de que sou alvo dos blogs que geres, é sem duvida o espelho da tua personalidade e carácter que não vê meios para poder sobreviver!

Uma coisa é certa, deves andar de barriga cheia da facturação do teu “POLVO”.

Brevemente estreia o filme - “O POLVO COMEU O DONO” 😁😁


César Boaventura

Autoria e outros dados (tags, etc)

rematado às 19:48


O ponto do Marquês

por Ao Colinho do Isaías, em 30.01.18

Dos inumeráveis tipos de Benfiquistas, destaco neste momento dois:

 

- Os "Exigentes", que não perdem uma oportunidade para cantar a todos os ventos o quanto têm razão na sua incessante "crítica" e apreciações aparentemente infalíveis, para quem o mais importante e relevante é eles terem razão (aproveito para fazer notar que o actual Presidente do Sporting Clube de Portugal pertencia a este grupo equivalente no clube nosso rival).

 

- Os "Presentes", que, apesar de tudo que se passou dentro e fora das quatro linhas, se aperceberam que aquele golo de livre do Jonas, no último suspiro depois de ter falhado o penalty, aquele pressing desorganizado já no final após ter sofrido um golo injusto, aquela ausência de festejo no empate, a recuperação de um ponto quando tudo parecia perdido, representam o ponto de encontro com Krovinovic. Este foi o ponto do Marquês.

 

«Vemo-nos no Marquês»

 

De tudo, ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento.

E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.

 

- Vinícius de Moraes, "Soneto da Fidelidade"

Autoria e outros dados (tags, etc)

rematado às 12:56


"Vamos ganhar o campeonato, com certeza!"

por Ao Colinho do Isaías, em 03.01.18

Disse Krovinovic, há momentos.

 

Eu concordo: com tamanho Fogo Sagrado, reafirmo - "com certeza"!

 

De notar que ainda mantenho um silêncio geral, propositado, mas aproveito o derbi e o ano novo para deixar uma nota, para relembrar que a vitória do Benfica, perante tudo o que tem sido alvo (até o próprio videoárbitro neste jogo!), está acima de quaisquer preferências ou opiniões sobre pessoas, indivíduos ou decisões; umas com razão, outras, meras repetições da propaganda dos nossos inimigos, outras com agenda própria e não em prol do Benfica.

 

Se o ano do Tri foi importante para que percebêssemos quem de entre os nossos amigos que são Sportinguistas apoiou os esquemas e posturas de "vale-tudo" de alguém como Bruno de Carvalho (e por isso, não digno de amizade, digo eu), este ano do Penta será importante para distinguir de entre os Benfiquistas quem, apesar de opiniões sobre os seus, coloca o mais importante à frente das trafulhices e esquemas não só do Presidente do Sporting, como do seu mentor, Pinto da Costa. Os outros, esses ficarão à vista.

 

E o mais importante é, claro, a Luz: o BENFICA.

Autoria e outros dados (tags, etc)

rematado às 23:42


Karl Humanus tem razão

por Ao Colinho do Isaías, em 15.12.17
Karl Humanus tem razão e tudo depende do que nós permitimos que aconteça entre nós.
Não se trata de quem gostamos ou deixamos de gostar, porque "valores mais altos se levantam e o valor mais alto, em termos futebolísticos, é o Benfica".
 
Através do Papoila Saltitante:

Eis o decálogo, eis os dez grandes objetivos das campanhas desestabilizadoras levadas a cabo pelo Futebol Clube do Porto e pelo Sporting Clube de Portugal de mãos dadas na Santa Aliança:
 
1. Fabricar e estabilizar um forte dispositivo de propaganda múltipla que produza e reproduza nas representações sociais a crença de que o Benfica é um clube corrupto que só vence pela chantagem e pelo condicionamento de instituições desportivas, árbitros e imprensa;
 
2. Produzir massivamente, através dos mais variados canais escritos e audiovisuais, ambiências emocionais acríticas que transformem pela repetição falsidades-estímulo em verdades indiscutíveis, sob execução dos directores de comunicação Francisco Marques e Nuno Saraiva e comando permanente de Pinto da Costa e Bruno de Carvalho;
 
3. Transformar os emails do Benfica obtidos através de crime informático em material incriminador, deixando na penumbra o crime de invasão da privacidade alheia e o crime de roubo económico em favor dos diálogos entre pessoas que são criminosamente transformados em cartilhas de corrupção activa pela descontextualização, pela deturpação e pela falsificação;
 
4. Linchar moralmente, da maneira mais torpe, quadros directivos do Benfica, dotando-os de malignidade e anti-cidadania nas percepções populares;
 
5. Colocar e/ou aliciar nas instâncias desportivas e nos jornais pessoas que sirvam os propósitos do programa propagandístico criado, fazendo com que a justiça e as penas sejam desse exclusivo foro e por essa via e nesse sentido fidelizem lógicas populares de pensamento e de acção;
 
6. Criar um ambiente decisório judicial e judiciário que criminalize severamente o Benfica e o ampute do seu poderio desportivo-financeiro, originando a ruptura dos apoios e dos parceiros internos e externos;
 
7. Provocar uma fractura entre adeptos e direção, levando aqueles a forçar o afastamento da actual direção modernizadora e do treinador e por esta via arruinar o futuro neste momento em construção através de uma nova direção que deSEIXALaria o que existe e viveria unicamente do futebol de onze e da aquisição onerosa de jogadores estrangeiros;
 
8. Enfraquecer a auto-estima dos atletas de todas as modalidades do Benfica e levá-los à desmoralização e às derrotas em campo;
 
9. Conduzir o Benfica a extremos de emoção, desânimo e revolta activa susceptível de originar castigos severos;
 
10. Incentivar directa e indirectamente a produção de falsos benfiquistas cavalos-de-tróia que ataquem o clube através de blogs e redes sociais, contribuindo desta maneira para ampliar a rede de desestabilização de nível central a cargo dos comandos da Santa Aliança. 
 
 
Karl Humanus in oubenficaouracha

Autoria e outros dados (tags, etc)

rematado às 13:41


Passo a passo

por Ao Colinho do Isaías, em 06.11.17

Três pontos em zona de guerra conquistados sem espinhas. Passo a passo.

 

Mesmo defrontando mais que o futebol, mais que as outras equipas, mais que uma coligação de clubes que continua a acusar os outros daquilo que beneficia. Passo a passo.

 

Eu mantenho um silêncio de respeito, que poderá ser desfeito mais à frente.

Os meus posts têm sido e serão, por isso, parcos de palavras, mas recheados de significado.

 

Contra tudo e todos, passo a passo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

rematado às 10:28




Admirador do Isaías

foto do autor


O verdadeiro Isaías!


Rui Vitória entre nós!


Jonas, um de nós!


Campeões Eternos


Fehér, eterno 29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Junho 2018

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Pesquisar

  Pesquisar no Blog







subscrever feeds