Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Primeira Liga 18/19



Alberto Miguéns é o Capitão do Benfiquismo

por Ao Colinho do Isaías, em 10.01.19

O Que é Que Me Faz Ficar Possesso? Tirar-me do «Sério»?!

miguens.PNG


Uma vénia e profundo agradecimento, caro Alberto. Desde o início deste blog que defendo a presença do Alberto Miguéns na estrutura do clube, para servir de equilibrio Histórico no aconselhamento às decisões a tomar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

rematado às 08:32


Em deferência à Defesa do Benfica

por Ao Colinho do Isaías, em 04.07.16

Em tempos de férias futebolísticas, em que pouco se ganha em especular acerca do plantel antes sequer de haver bola a rolar na pré-época, venho aqui fazer um apanhado de posts recentes no fundamental blog Em Defesa do Benfica, de autoria de Alberto Miguéns.

 

Para os mais distraídos, este blog é um farol do Benfiquismo que pode parecer estranho aos mais novos, (mal) habituados a uma era de comércio demasiado fácil em que tudo se vende e compra, até a ideologia e a convicção. Estes recentes exemplos são, a meu ver, uma excelente oportunidade de revisitar o espírito da "águia gloriosa" que fez o Sport Lisboa e Benfica. Primeiro que empresa, marca ou valor comercial, este é o clube Benfica, uma associação de valores bem para além do desporto, mas desportista em tudo. O Alberto, a quem aproveito para "tirar o chapéu" (que não uso), é um resistente defensor desse espírito. Que o seja eternamente!

 

Este emblema é ilegal

 

Coerência Serradiana

 

O Benfica não precisa de ser o que não é

 

Posto isto, Benfiquista, larga "A Bola", o "Record" ou "O Jogo" que nada te acrescentam e delicia-te neste blog, se é que ainda te é desconhecido. Acede a todas as referências, lê todos os documentos apresentados e nunca tomes a palavra do Alberto como verdadeira só porque sim: ele apresenta sempre as razões por detrás das suas afirmações e quando não, questiona-o e ele responde-te, tira-te as dúvidas. Depois de leres estes, procura mais, pesquisa o blog, segue as referências e etiquetas. Não te irás desiludir.

 

Ah! Nada como uma bela dose de Benfiquismo durante as férias, um banho de Luz por entre estas trevas de uma Humanidade cada vez menos brilhante!

 

Actualização 04/Julho, 20:12h

Um leitor deste blog fez-me saber de uma iniciativa, uma petição, para colocar Alberto Miguéns como responsável pelo Museu Cosme Damião. Nada mais justo, acertado e coerente com o Benfiquismo!

Aqui fica, para todos os Benfiquistas:

Considero uma excelente iniciativa e devemos todos, como Benfiquistas, dar uma resposta à altura. Pode até nem mover a direcção do clube, que poderão manter-se cegos a tal desígnio, mas pelo menos que tornemos esta iniciativa que partiu de um só, a iniciativa de todos nós, à Benfica!

Autoria e outros dados (tags, etc)

rematado às 08:49


Cérebro Serrado

por Ao Colinho do Isaías, em 11.03.16

Sofrendo de um síndrome de "destino roubado", como já antes tinha exposto, parece não haver limites para este recente onda de anti-Benfiquismo por parte de gente ligada ao Sporting e de gente que, não estando ligada, lhe é adepta.

 

Ora, o pior é quando isso conta com a colaboração ou conivência da própria instituição Sport Lisboa e Benfica.

 

Um dos seus ex-funcionários já adulterou a nossa História com a aceitação das instâncias do clube, apesar de desmentido por quem sabe. Não contente com isso, talvez por sentir, devido ao tal síndrome, um acréscimo significativo no desconforto habitual ao ver a equipa do Sport Lisboa e Benfica perto do primeiro lugar na tabela (ainda que com nada decidido no que ao título diz respeito) antes do derby de Lisboa, Esse ex-funcionário viu publicado n'A Bola um artigo em que distorce, uma vez mais, a História do Benfica e tece comparações incomparáveis com a realidade actual.

 

Por muito prazer que tenha sentido, por momentâneo e efémero que possa vir a ser esse "orgasmo" a curto/médio prazo, de ter convencido o treinador bi-campeão do Sport Lisboa e Benfica a rumar a Alvalade, não pode pensar que ninguém está atento à aldrabice. Porque não comparou Arthur John com Jorge Jesus, ao invés de Artur José Pereira? Eu sei porquê. É que Arthur John foi bi-campeão nacional no Sport Lisboa e Benfica e quando se mudou para o Sporting Clube de Portugal, ajudou-os a ganhar... zero! Por isso é que a comparação, até mais evidente, não foi feita e o tal ex-funcionário decidiu adulterar a História de Artur José Pereira.

 

Pois bem, sempre atento e disposto a aguçar a pena Em Defesa do Benfica, Alberto Miguéns expôs e documentou a reposição da verdade na trapalhona mentira que Ricardo Serrado (assim se chama o tal ex-funcionário, Sportinguista de convicção que se intitula imparcial mas distorce a verdade Gloriosa a cada oportunidade).

 

Todos os Benfiquistas têm interesse em ler esta resposta.

 

Encontram-na aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

rematado às 08:28




Ao Colinho do Isaías

foto do autor


O verdadeiro Isaías!


Jorge Jesus? Nunca Mais!


Jonas, um de nós!


Campeões Eternos


Fehér, eterno 29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Fevereiro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728

Pesquisar

  Pesquisar no Blog