Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Primeira Liga 18/19



Só há um nome...

por Ao Colinho do Isaías, em 08.11.18

 

...que me parece aposta absolutamente segura, no caso de se substituir Rui Vitória.

 

Paulo Fonseca não tem gabarito. Monta as equipas bem, mas não me parece capaz de rotinar processos defensivos, nem de lidar com egos.

 

Leonardo Jardim fez o impossível no Mónaco, ser campeão frente ao Qatar PSG, mas depois foi incapaz de fazer a omelete mínima quando os melhores ovos lhe foram retirados, quase descendo de divisão.

 

Há um nome, contudo, que se à partida parece impossível, se fizermos as contas parece-me perfeitamente válida: Diego Simeone.

Diego Simeone ganha no Atlético de Madrid €5.8 milhões, mais coisa menos coisa. quem chora por Jorge Jesus (jamais!) pagar-lhe-ia €5 milhões, por exemplo. Obviamente que Simeone não viria pelo mesmo salário, mas se o Benfica lhe pagar €6.5 milhões ou €7 milhões, com a perspectiva de treinar um clube com uma dimensão e prestígio superior ao Atlético de Madrid, é possível que o convença, dado que está há muito tempo no mesmo clube e poderá querer um novo desafio: o de relançar o Benfica europeu e fazê-lo dominador em Portugal. Nada como perguntar-lhe.

 

€7 milhões por ano é menos que o valor pago pelo passe de Castillo (que ainda poderá vir a ser muito útil, não é essa a questão). Entre vendas e compras desnecessárias evitadas, podemos pagar esse valor de salário a um treinador que seria consensual, que é um disciplinador e que sabe lidar com egos, que tem prestígio e que, o mais importante, monta muito bem as suas equipas, tanto defensiva como ofensivamente.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

rematado às 09:38


Destaque: Benfica Sou Eu sobre RV / JJ

por Ao Colinho do Isaías, em 07.11.18

https://obenficasoueu.blogspot.com/2018/11/exige-se-proteccao-rui-vitoria-depois.html

 

Este artigo é de profundo Benfiquismo.

Concordo plenamente com ele e, acrescento: penso que ao não recusar a ideia de Jorge Jesus voltar ao Benfica na entrevista à TVI, Luís Filipe Vieira assinou a sua saída da Presidência do Sport Lisboa e Benfica, mesmo que tal não venha a suceder... a não ser que o desminta categoricamente, em tempo útil, e não surjam escutas ou documentos provando afinal o contrário.

 

Tenho aqui apontado as virtudes do Benfica-empresa sob a alçada de Vieira. Só que no dia em que o Benfica-espírito se sentir ferido e traído, o originador dessa traição ao espírito do Glorioso perderá o seu lugar, independentemente da História que tenha já ajudado a construir.

Autoria e outros dados (tags, etc)

rematado às 10:52


Um Senhor

por Ao Colinho do Isaías, em 06.11.18

 

 

Rui Vitória até poderá estar por um fio, se bem que no futebol tudo muda num ápice, tal como mudou entre vencer o Porto e depois perder três jogos de seguida. No entanto, nada lhe tira a postura e o carácter de um Senhor do futebol. Repito e relembro que, mesmo que venha a sair, Rui Vitória merece todo o respeito, carinho e agradecimento Benfiquista. É já um histórico treinador do nosso clube, dê por onde der.

 

«Importante, nesta altura, é o Benfica e o jogo da Liga dos Campeões, mais do que questões do Rui Vitória e do presidente. Vivo a minha vida dia a dia e jogo a jogo e nunca perdendo a racionalidade, a lucidez e a capacidade de perceber o contexto em que estamos inseridos. Estas fases acontecem, os momentos menos bons acontecem nos clubes da nossa dimensão», referiu o treinador das águias, na projeção ao jogo com o Ajax.

«Não vale a pena pensar naquilo que não se controla. Se estou seguro ou menos seguro, importante é o Benfica. Essas são questões que não me tocam muito», esclareceu.

Questionado sobre a conversa com Luís Filipe Vieira na sequência do desaire com o Moreirense, e na antecâmara do decisivo duelo com o Ajax, Rui Vitória afirmou: «Confirmo que reúno com o presidente todas as semanas, mais do que uma vez por semana. Com o diretor geral e o diretor de comunicação reúno todos os dias. Reunimos e conversamos como temos conversado sempre. Não vale a pena esconder, os problemas têm de ser enfrentados. Não me resigno e não quero fatalismos.»

«Conversamos em momentos bons e maus, mau seria se não conversássemos numa equipa como a nossa», constatou, deixando no ar a questão: «Senti fases destas em momentos anteriores. É desistir à primeira?»

 

 

«É fundamental o apoio que se tem de dar à equipa. Mais do que o Rui Vitória, o treinador do Benfica, mais do que qualquer um de nós ou qualquer jogador, o importante é a equipa do Benfica ter a máxima confiança e tranquilidade para trabalhar», sublinhou Rui Vitória, acrescentando: «Sentimos esse peso por parte do adversário, é bom que sintam esse peso da parte do Benfica quando cá vêm.»

 

«Todos temos a noção do momento e da importância do jogo. Uma das formas que há para ultrapassar estes momentos é saber que eles existem e ter coragem para ir para a frente e enfrentar o jogo. Sinto a equipa com muita determinação e convicção. Estou muito otimista naquilo que é a reação da minha equipa, sabendo que vamos defrontar uma equipa difícil», enfatizou.  

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

rematado às 15:50


Jesus, jamais!

por Ao Colinho do Isaías, em 05.11.18

Jesus, jamais!

 

Trazer de volta Jorge Jesus depois de tudo o que se passou e ele fez e disse no ano do tri, jamais!

 

Fazê-lo seria alienar os jogadores, que bem se lembram, seria alienar os adeptos, que não se esquecem.

 

Para além de que uma mudança de treinador terá de ser para melhor. Jorge Jesus não só já provou não ser melhor que Rui Vitória (excepto na basófia e na boa imprensa), como é muito, mas muito mais caro.

 

Nunca! Jamais! Jorge Jesus, não!

 

Actualização, 05/NOV/2018 10:43h:

Até parece que combinámos:

https://obenficasoueu.blogspot.com/2018/11/elenao-jesus-nunca.html

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

rematado às 10:23


Insustentável

por Ao Colinho do Isaías, em 02.11.18

Fiquei um admirador de Rui Vitória depois da conquista do Tri, altura em que me surpreendeu (e a todos) pela humildade e capacidade de unir os jogadores à sua volta para conquistar o Campeonato, a Taça da Liga e chegar aos Quartos-de-Final da Champions. Confirmou a sua capacidade com o Tetra inédito para o Glorioso no ano seguinte, completado com uma Taça de Portugal.

Perdemos o Penta, depois, num ano de ataques asquerosos, que fizeram com que Rui Vitória, na sua comunicação, mudasse. Viu-se forçado a puxar dos méritos, dos títulos e a ter de se defender, sozinho, dos ataques à sua pessoa e à equipa que lidera.

 

Hoje, e desde o segundo golo do Belenenses no Jamor, é um treinador que perdeu a sua melhor qualidade, tem de ser afirmado: a sua capacidade de motivar, de unir e de puxar o que de melhor têm os seus jogadores. A equipa perde-se em campo perante as contrariedade, quando antes era tão forte a reagir. Algo se passou no balneário, nos bastidores, mas seguramente que a tal não é alheia a repetida defesa do seu valor e da sua posição para a imprensa com a perda de uma humildade que era o seu brasão.

Rui Vitória tem já lugar cativo na História do Benfica, mas, considero, que não tem mais condições para permanecer. Um abraço, Rui, um profundo agradecimento, honesto e sentido, mas a tua posição tornou-se insustentável, neste momento. Deixei de acreditar que sejas capaz de dar a volta, dada a mudança na tua mensagem e, penso, os jogadores também deixaram.

Autoria e outros dados (tags, etc)

rematado às 22:32


Para que seja absolutamente claro

por Ao Colinho do Isaías, em 25.09.18

Retirado daqui (grato, Papoila).

 

Deliberação
ERC/2018/112 (CONTJOR-TV)
Queixa apresentada pela Sport Lisboa e Benfica - Fu
tebol, SAD, contra Avenida dos
Aliados – Sociedade de Comunicação, S.A., Júlio Mag
alhães e Tiago Girão

Autoria e outros dados (tags, etc)

rematado às 09:27


O Benfica somos nós

por Ao Colinho do Isaías, em 05.09.18

Faço minhas, quase na íntegra, as palavras do Benfica sou eu.

Autoria e outros dados (tags, etc)

rematado às 15:09


Sabem qual é a diferença...

por Ao Colinho do Isaías, em 03.09.18

...entre um presidente que faz mal ao Benfica e um adepto que faz mal ao Benfica?

 

É que o mau presidente pode sair, bastando que os sócios votem nesse sentido.

 

Contudo, o mau adepto, aquele que é irredutível na sua teimosia, incapaz de reconhecer valor ou mudar de ideias, aquele que se serve do veículo social da internet para dizer mal (não criticar, mas dizer mal), que promove ideias sobre o Benfica atiradas pelos inimigos no "rio" da comunicação social, aquele que se esconde atrás de termos sonantes como "exigência" para continuamente fazer valer a sua agenda (que nega em palavras, mas confirma em actos), desse, nunca nos conseguimos legalmente libertar.

 

Este início de época tem sido gerido de forma brilhante (vou repetir e reafirmar: BRILHANTE).

Nem com "Jesuses" (como ainda há quem compare?), nem com "Mourinhos" se faria melhor.


O mérito a quem o merece, a quem trabalha pelo ideal Benfica, que nos une no desejo de transcêndencia, imersos no lodo que nos rodeia. A crítica a quem precisa de a ouvir, sempre com a ideia presente de que o objectivo é o melhor para o nosso símbolo Glorioso. Ajudar o lodo, porque se tem uma agenda ou não se gosta de indivíduos, é apenas fingir Benfiquismo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

rematado às 08:10


Para quem percebe de "bola"...

por Ao Colinho do Isaías, em 07.08.18

...chapada tremenda de luva branca de Grimaldo (até defensivamente magnífico), de Pizzi (um verdadeiro maestro nesta fase) e de Salvio (que é sempre quem mais arrisca e quem emprega à equipa um empurrão).


Nada está ganho, mas temos um passo dado, falta o outro.

 

Força Benfica!

Autoria e outros dados (tags, etc)

rematado às 22:00


Vícios Populistas

por Ao Colinho do Isaías, em 16.07.18
http://geracaobenfica.blogspot.com/2018/07/exclusivo-20172018-epoca-em-que-nao.html
(...)
A culpa, essa (porque, também no futebol, não pode morrer solteira), foi de quem teve a responsabilidade de não agir como era sua obrigação.
 
Eu sei que sabem que o modelo das vendas ... para agradar (pelo menos) aos agentes, não é o que quero para o Benfica.
 
Admiti que esse poderia ser o caminho (com um limite temporal muito bem definido) ... para sanear anos sucessivos de erros repetidos ... até descobrir que o caminho que julgava ser de recurso era a opção de quem mandava!
 
E isso levou-me a pôr condições para ficar (e, por isso, não fiquei). Saí!
 
Pelo meu pé ... que é uma coisa a que não estão habituados!
(...)

 

Nesse Caso, caro Rui Gomes da Silva, porque afirmou aquando da sua saída do Benfica «nunca serei oposição a Luís Filipe Vieira»? É que agora revela que, afinal, não saiu com «um abraço entre amigos», mas sim porque não acreditava no caminho.
Em que ficamos? Não acreditava na altura, mas recusou ser oposição? Agora já quer ser oposição e diz que na altura já não acreditava, mas saiu amigavelmente e reiterou que não se candidataria contra Vieira? É que ao afirmar isso na altura da sua saída, está por inerência a dar um voto de confiança ao rumo traçado - rumo esse em que agora, afinal, já diz que na altura não acreditava.

 

Se é para isto que se pretende mudança, prefiro ficar com o que tenho. Estes vícios populistas da política enojam-me ainda mais que os vícios mercantis. Ainda por cima, temos um exemplo rival recente do que é um populista presidente-adepto. Até concordo com um alternativa a Vieira, com certeza, mas para tal, há que ser melhor que ele e não apenas "ser adepto" e fazer oposição só dizendo mal e, ainda por cima, mentindo.

Já o referi antes, mas reafirmo: Há uma segunda fase da cultura do Terceiro Anel que foi nefasta ao Sport Lisboa e Benfica e seus elementos e atletas, e é essa cultura que aponta à necessidade de pureza clubística no que toca à gestão da vertente empresarial do Benfica. Obviamente que concordo que prefiro que todos os funcionários do clube sejam Benfiquistas desde pequeninos, mas se esse argumento serve para reimplantar essa tal segunda fase Terceiro-Anelista (aqueles que, ao invés de pressionar os adversários com o seu apoio ao Benfica, pressionavam os seus próprios atletas), com um caça às bruxas, prefiro a estabilidade presente.

 

A alternativa a Luís Filipe Vieira terá de vir de alguém que seja melhor que ele, a nível pessoal e a nível de competência. Para ser alguém igual ou pior, mais vale ficar o rumo presente. Não acredito em Rui Gomes da Silva, isto é, não acredito que ele seja melhor (seja pessoalmente, seja a nível de competência) que o actual Presidente.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

rematado às 10:42




Ao Colinho do Isaías

foto do autor


O verdadeiro Isaías!


Rui Vitória entre nós!


Jonas, um de nós!


Campeões Eternos


Fehér, eterno 29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Novembro 2018

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930

Pesquisar

  Pesquisar no Blog







subscrever feeds