Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Primeira Liga 19/20



Medicina alternativa: Seferovix

por Ao Colinho do Isaías, em 15.08.17

Seferovix:
em cápsulas ou gel, eficaz para as cãibras de esforço e as lesões frequentes.
Uma só aplicação é suficiente para curar uma equipa inteira.

 

Ironia à parte, tenho de dizer que fiquei desiludido com o público de Chaves. É que uma coisa, salutar, é apoiar a equipa da sua terra com convicção. Outra é assobiar o adversário. Sendo, na ocasião, o seu adversário o Benfica, que nunca desrespeitou o Chaves, é uma atitude incompreensível, por um lado, e bacoca por outro. De tal forma que acabou com a justiça devida.

 

Foi um bom jogo táctico, mas no qual os desequilibradores do Benfica, devido à massa de jogadores da equipa de Rui Castro (estranha opção para um treinador que no ano passado tinha o Rio Ave a trocar a bola com futebol positivo) não se conseguiram evidenciar. Havia sempre mais uma perna no caminho do golo ou do derradeiro passe. Ou um poste, como no remate de Jonas.

 

As mudanças no Chaves, colocando-o ainda mais defensivo, acabaram por atabalhoar a organização e o Benfica, que entretanto coloca Raúl e Rafa, começa a criar cada vez mais perigo, com uma pressão crescente. Cantos atrás de cantos, passes em profundidade, passes laterais à procura do cruzamento.

 

Foi nessa fase, em que os jogadores do Chaves já faziam um anti-jogo que não conheci no Rio Ave do ano passado, que Pizzi coloca a bola na profundidade lateral, Rafa, fresquinho, alcança-a para um cruzamento rasteiro perto da linha e Seferovic inventa um toque quase de calcanhar, para fazer uma "rabeta" ao guarda-redes e batê-lo, por fim.

 

Estava dada a vitória a quem a mereceu, a quem trabalhou e soube ser prático quando a magia não tinha espaço. O Chaves, equipa que têm condições para crescer, deve evitar os erros de outros e focar-se no apoio próprio e não a gerar inimizades onde elas não têm lugar... a não ser que agora Chaves seja um novo baluarte da visão Norte-Sul com mais de 30 anos, instaurada por Pinto da Costa? Acho que não é, mas fica o alerta. Para crescer há que ser Grande à partida e este tipo de comportamentos são pequenos.

 

PS: Jardel a ganhar forma...

Autoria e outros dados (tags, etc)

rematado às 08:25


Mitroglou com as Chaves da vitória (também) no Estoril

por Ao Colinho do Isaías, em 01.03.17

Parabéns Sport Lisboa e Benfica, pelo 113º aniversário!

 

CHAVES

 

Grande jogo de futebol, um raro encontro em que houveram de facto duas equipas em campo a querer jogar futebol, a procurar vencer e não apenas conter o jogo até ver se aparece qualquer coisita. Um Chaves que se mantém forte, organizado e seguro de si, veio à Luz com uma clara ideia de se impor com as armas que tem. Sendo estas inferiores às do Benfica, particularmente no centro do ataque, a diferença surgiu com naturalidade e legalidade. Mitroglou: o homem que tem feito do Tetra uma possibilidade cada vez mais próxima.

 

 

ESTORIL

 

Taça é sempre Taça. Eu seguramente não esperava facilidades de uma equipa que se apresenta nas meias finais com o mérito de ter derrubado as barreiras até lá chegar. A equipa do Estoril dividiu o jogo na primeira fase do encontro, mas foi perdendo o controlo dos espaços, aos poucos, para o Benfica. Pedia-se mais, no entanto, ao Glorioso.
Rafa, por exemplo, queixa-se de azar ao invés de aprender como se mete o pé à bola para um remate com mais possibilidades de ser eficaz.
Filipe Augusto esteve bem até à lesão, num lance em que Eliseu claramente se desconcentrou e ofereceu o golo ao adversário.

Contudo, apesar de bem contrariado pelo Estoril e de não ter colocado em campo uma exibição ao seu nível e ao nível exigido, o Benfica controlou os acontecimentos e acabou por vencer, uma vez mais, devido aos golos de Mitroglou.

Porque sou Benfiquista (e isso para mim tem um significado superior) não tenho qualquer problema em verificar que o segundo golo do Mitroglou foi obtido, sem dúvida, em fora-de-jogo, como pode ser verificado na imagem abaixo:

Conseguido mais um passo para nos mantermos na luta pelo Tetra e outro para nos aproximarmos da final do Jamor, há que ter máximo foco para o jogo com o Feirense, partida em que teremos de ser o habitual Benfica eficaz para vencer com menos problemas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

rematado às 08:25


Foram livres, as Chaves do jogo

por Ao Colinho do Isaías, em 26.09.16

Um jogo extremamente complicado, este em Chaves frente ao Desportivo local, no qual contámos com alguma estrelinha em momentos fulcrais, como as bolas no poste e o cabeceamento ao lado, mas também na forma como obtivemos o segundo golo.

 

Só que os campeões são isto: quando não conseguem superiorizar-se e são surpreendidos, não se abatem, jogam e ganham na mesma. Neste caso, foram dois livres, as Chaves do jogo!

 

Veremos quais dos grandes passam em Chaves...

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

rematado às 08:41




Ao Colinho do Isaías

foto do autor


O verdadeiro Isaías!


Jorge Jesus? Nunca Mais!


Jonas, um de nós!


Campeões Eternos


Fehér, eterno 29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Maio 2019

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Pontapés mais comentados







subscrever feeds